SaúdeBrasil tem 449 casos confirmados de varíola dos macacos,...

Brasil tem 449 casos confirmados de varíola dos macacos, diz Saúde

-

O Brasil tem 449 casos confirmados da varíola dos macacos, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Entre os casos registrados, 312 são procedentes do estado de São Paulo, 71 do Rio de Janeiro, 33 de Minas Gerais, oito do Distrito Federal, seis do Paraná, quatro de Goiás, três do Rio Grande do Sul, três na Bahia, dois do Rio Grande do Norte, dois no Espírito Santo, dois no Ceará, além de Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina com um caso cada.

O ministério afirmou, em nota, que mantém articulação direta com os estados para monitoramento dos casos e rastreamento dos contatos dos pacientes.

De acordo com levantamento realizado pela CNN, atualizado na quinta-feira (14), ao menos 58 países confirmaram casos da doença.

Sobre a varíola dos macacos

A doença é causada por um vírus que pertence ao gênero ortopoxvírus da família Poxviridae. Existem dois grupos de vírus da varíola dos macacos: o da África Ocidental e o da Bacia do Congo (África Central).

As infecções humanas com o tipo de vírus da África Ocidental parecem causar doenças menos graves em comparação com o grupo viral da Bacia do Congo, com uma taxa de mortalidade de 3,6% em comparação com 10% para o da Bacia do Congo.

“A coisa mais importante sobre a varíola dos macacos é que ela causa uma erupção cutânea que pode ser desconfortável, pode causar coceira e pode ser dolorosa. Portanto, a coisa mais importante sobre cuidar de alguém com essa doença é basicamente cuidar da pele e cuidar de quaisquer sintomas que alguém possa ter, como dor ou coceira”, afirma a cientista Rosamund Lewis, líder técnica sobre varíola dos macacos do Programa de Emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os sintomas incluem bolhas no rosto, mãos, pés, olhos, boca ou genitais, febre, linfonodos inchados, dores de cabeça e musculares e falta de energia

O vírus da varíola dos macacos é transmitido de uma pessoa para outra por contato próximo com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama. O período de incubação é geralmente de 6 a 13 dias, mas pode variar de 5 a 21 dias.

“A varíola dos macacos se espalha pela proximidade, cara a cara, pele a pele, contato direto. É assim que sempre foi descrito. Pode haver algumas coisas novas acontecendo neste surto agora. Não sabemos tudo. Ainda há muito o que aprender”, disse a pesquisadora da OMS.

A OMS alerta que alguns desses casos estão sendo identificados em pacientes gays, bissexuais e outros homens que fazem sexo com homens. A doença pode ser transmitida pelo contato com a pele durante o sexo, incluindo beijos, toques, sexo oral e com penetração com alguém que tenha sintomas.

Noticias Recentes

Google vai avisar quando não tem muitas informações confiáveis na busca

O Google anunciou nesta quinta-feira (11) que vai alertar usuários se identificar pesquisas que não contam com muitas informações...

Dia D da Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Multivacinação acontece em 20 de agosto

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba definiu os locais para o Dia D da Campanha de Vacinação contra Poliomielite...

PT identifica fake news sobre fechamento de igrejas e estuda resposta de Lula

A coordenação da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República identificou a divulgação...

Economia brasileira cresceu 1,1% no 2º trimestre, aponta FGV

O Monitor do PIB, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre), aponta crescimento de 1,1%...

Campinas chega a 33 casos confirmados de varíola dos macacos

Campinas confirmou, nesta segunda-feira (15), mais seis casos de monkeypox, conhecida como varíola dos macacos, na cidade. O município...

Vigilância Sanitária autua supermercado de Indaiatuba por vender produtos fora da validade

Proprietário tem prazo de 10 dias para defesa e valor da multa pode chegar à seis mil reais O Departamento...

Leitura obrigatória

Rota de viagem que você precisa fazer para Mato Grosso:

O empresário Marcio Alario Esteves é apaixonado por conhecer...

Rota de viagem: Conheça algumas das atrações mais incríveis do México

O México, de acordo com o entusiasta em turismo...

você também pode gostar Relacionados
Recomendado para você