Canadá aprova uso da vacina contra Covid-19 da Pfizer em adolescentes

As autoridades de saúde do Canadá autorizaram nesta quarta-feira, 5, o uso da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech em adolescentes de 12 a 15 anos. Dessa forma, o país se tornou o primeiro do mundo a aprovar a utilização do imunizante em menores de 16 anos. “Depois de completar uma revisão científica completa e independente das evidências, o departamento determinou que esta vacina é segura e eficaz quando usada nesse grupo de idade mais jovem”, anunciou a chefe-médica Supriya Sharma. A autorização foi baseada nos resultados do estudo clínico conduzido pelas farmacêuticas e divulgados no dia 31 de março, que indicaram que nenhuma infecção sintomática foi detectada em voluntários dessa faixa etária, que produziram fortes respostas de anticorpos e não tiveram efeitos colaterais graves. Isso significa que o imunizante é 100% eficaz em adolescentes, ou seja, até mais do que em adultos. A expectativa é que a Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, também aprove o uso do imunizante em adolescentes ainda essa semana.

No entanto, o uso das vacinas contra Covid-19 em crianças pode gerar debates sobre o fornecimento ser direcionado a uma faixa etária que até agora se mostrou mais resistente às infecções pelo novo coronavírus e não, por exemplo, a países com pior situação sanitária e escassez de doses. Tendo isso em vista, Supriya Sharma defendeu a utilização mencionando a possibilidade de volta à normalidade. “Embora as pessoas mais jovens tenham menos probabilidade de apresentar casos graves de Covid-19, ter acesso a uma vacina segura e eficaz ajudará a controlar a disseminação da doença para sua família e amigos, alguns dos quais podem ter maior risco de complicações. Também apoiará o retorno a uma vida mais normal para nossos filhos que passaram por momentos tão difíceis no ano passado ”, argumentou.