Operação no Jacarezinho tem tiroteio e passageiros são baleados em metrô do Rio

Uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro resultou em um tiroteio na comunidade do Jacarezinho, Zona Norte da capital fluminense, nesta quinta-feira, 6. Um policial civil morreu após ser baleado na cabeça e outros quatro homens foram feriados na ação, entre eles dois passageiros que estavam em uma estação do metrô. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram explosões de bombas e moradores relatam impossibilidade de sair de casa. Batizada de “Exceptis”, a ação faz parte de uma investigação contra o “aliciamento de crianças e adolescentes para integrar a facção criminosa que domina o território”. Segundo a corporação, os criminosos estariam envolvidos com o” tráfico de drogas, roubo de cargas, assaltos a pedestres, homicídios e sequestros de trens da SuperVia”.

A comunidade do Jacarezinho é comandada pela da facção Comando Vermelho. Em comunicado, a Polícia Civil citou a “dificuldade de se operar no terreno, por conta das barricadas e das táticas de guerrilha” no local, que, segundo a corporação, abriga “quantidade relevante de armamentos”. Agentes identificaram 21 integrantes da quadrilha após investigação com o setor Setor de Busca Eletrônica Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). A ação também contou com apoio de outras unidades do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), do Departamento-Geral de Polícia da Capital (DGPC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE).