Adega de Campinas é multada por manter funcionários sem máscara em meio à pandemia


Fiscais da prefeitura percorreram restaurantes, lanchonetes, lojas de motopeças, pizzarias e adegas, mas apenas um dos comércios foi autuado. Fiscalização do Devisa de Campinas
Fernanda Sunega
Uma adega da região sudoeste de Campinas (SP) foi multada por manter funcionários sem máscaras para proteção da Covid-19. A fiscalização da prefeitura ocorreu na noite de sexta-feira (21) e percorreu, ainda, outros 21 comércios.
O uso de máscaras é obrigatório no estado de São Paulo e com multa prevista para comércios e pessoas.
Segundo a prefeitura, equipes do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) e da Guarda Municipal estiveram em comércios dos bairros Jardim Santos Dumont 2, Santo Antônio, DIC 4 e Vista Alegre. O nome e o bairro do local autuado não foram informados.
O grupo percorreu restaurantes, lanchonetes, lojas de motopeças, pizzarias, igrejas e adegas. “O objetivo da operação é minimizar os riscos da Covid-19”, afirma a prefeitura.
“Mesmo com o progressivo aumento da capacidade de atendimento por parte dos estabelecimentos comerciais, a cidade ainda enfrenta uma pandemia e as medidas de proteção contra a Covid-19 devem ser seguidas e até intensificadas, devido à maior quantidade de pessoas nos estabelecimentos”, completa o Devisa.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas