Aluno deixa funcionária de escola ferida após disparo com arma de pressão em Americana, e suspeita de explosivo mobiliza Gate

Caso ocorreu na tarde desta segunda e orientadora teve ferimentos leves. Jovem tentou suicídio com arma de pressão, mas teve lesões leves e com ele corporação também apreendeu uma faca. A funcionária de uma escola particular em Americana (SP) ficou ferida após um aluno entrar no local e fazer um disparo com arma de pressão, segundo a Polícia Militar. Além disso, a suspeita de que ele tenha colocado um artefato explosivo na unidade de ensino mobilizou uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que deixou a capital paulista e está a caminho do Colégio Dom Bosco.
A PM informou que a orientadora teve ferimento leve e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para um hospital particular da cidade. A corporação relata que chegou ao local após uma pessoa denunciar que viu o adolescente com uma “arma de cano longo” e, em seguida, ouviu o disparo, por volta das 16h.
Ainda segundo a PM, quando as equipes chegaram ao local o jovem tentou suicídio com a arma de pressão, mas teve somente ferimentos e também foi atendido pelos Bombeiros. O resgate informou que o jovem foi levado para outro hospital particular da cidade, e que as lesões foram leves.
Com o adolescente ainda foram apreendidos uma faca que também foi apreendida. O local onde o suposto artefato explosivo foi deixado está isolado até a chegada de policiais do Gate.
O caso deve ser registrado na Central de Polícia Judiciária da cidade.
O que diz a escola?
Um funcionário do setor de comunicação do Colégio Dom Bosco afirmou à EPTV, afiliada da TV Globo, que os protocolos de segurança para proteção dos alunos foram adotados e a PM foi acionada.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.