Após anúncio do Enem para novembro, Unicamp vai redefinir datas do vestibular 2022


Inicialmente, primeira fase estava marcada para o dia 21 de novembro, que coincide com a aplicação do Exame Nacional do Ensimo Médio. Instituição vai se reunir com outras universidades paulistas. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
Rafael Smaira/G1
A Unicamp informou, na manhã desta terça-feira (1º), que vai redefinir as datas do vestibular 2022 da instituição. De acordo com a comissão organizadora do processo seletivo da universidade, a decisão foi tomada após o ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciar que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será realizado nos dias 21 e 28 de novembro.
Inicialmente, a primeira fase da Unicamp estava marcada justamente para o dia 21 de novembro, que iria coincidir com a primeira prova do Enem. Por isso, de acordo com a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), haverá uma reunião com outras universidades do estado de São Paulo para discutir a nova data.
Segundo a Comvest, a definição deve ocorrer “nos próximos dias”. O período de inscrições para o vestibular da Unicamp será de 2 de agosto a 8 de setembro, por meio da página oficial. A segunda fase está prevista para ser realizada nos dias 16 e 17 de janeiro de 2022.
Pedidos de isenção
O prazo para receber pedidos de isenção da taxa de inscrição do vestibular foi aberto pela instituição no dia 24 de maio. A solicitação deve ser feita pelo candidato até o dia 15 de junho, também pelo site da Comvest, e incluem três modalidades. O valor neste ano subiu para R$ 180, o que significa acréscimo de R$ 10 no comparativo com a edição anterior.
Modalidades de isenção
Modalidade 1: candidatos de famílias de baixa renda – até um salário mínimo e meio bruto mensal por morador do domicílio;
Modalidade 2: funcionários da Unicamp/Funcamp;
Modalidade 3: candidatos dos cursos noturnos de licenciatura ou tecnologia:
As provas
O formato das avaliações será o mesmo da edição anterior:
1ª fase: 72 questões de múltipla escolha e prova com duração de até 4 horas (antes da pandemia eram aplicadas 90 perguntas para até 5 horas de avaliação);
2ª fase: a avaliação é comum para todos os estudantes chamados e tem a seguinte estrutura:
No primeiro dia, a avaliação é comum para todos os estudantes chamados e tem a seguinte estrutura: redação, além de questões dissertativas de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa, e interdisciplinares em língua inglesa;
Já no segundo dia, o exame terá perguntas dissertativas para todos convocados nas disciplinas de matemática, interdisciplinar de ciências humanas, e interdisciplinar de ciências da natureza. Além disso, serão realizadas provas de conhecimentos específicos, conforme a opção de curso: área de ciências biológicas/saúde (biologia e química), ciências exatas/tecnológicas (física e química), e ciências humanas/artes: (geografia e história, incluindo filosofia/sociologia).
VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas