Após ofício, Americana programa retorno das aulas presenciais na rede municipal para 24 de maio, diz MP


Promotoria apontou ‘tratamento distinto’ e questionou o motivo das atividades já terem sido retomadas nas unidades estaduais e particulares, mas nas municipais continuarem suspensas. Prefeitura de Americana
Edvaldo de Souza/EPTV
Após receber um ofício com questionamentos do Ministério Público (MP), a Prefeitura de Americana (SP) programa para o dia 24 de maio o retorno das aulas presenciais na rede municipal. A informação foi divulgada pela Promotoria na segunda-feira (3). O G1 entrou em contato com o Executivo, mas não obteve retorno até a publicação.
De acordo com o MP, o documento questionava o motivo da cidade já ter retomado as atividades nas unidades estaduais e particulares, mas manter o retorno suspenso nas escolas municipais.
A retomada deve ser condicionada à adoção de protocolos de segurança para evitar o contágio da Covid-19 e também à vacinação de professores. No ofício, enviado à Prefeitura de Americana em março, a promotora Renata Calazans Nasraui contesta o “tratamento distinto” dado às escolas municipais, em relação às redes estadual e particular.
“O próprio Executivo havia informado sobre a realização de compra de equipamentos para adequar as unidades às exigências das autoridades sanitárias visando a uma retomada segura”, diz o texto da nota do Ministério Público.
Em fevereiro, Americana suspendeu a volta às aulas por conta do aumento de casos de coronavírus. Até estar terça-feira (4), o município soma 16.232 casos e 496 mortes pela doença.
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas