APP inédito traz sons dos anfíbios da Mata Atlântica


Ferramenta ajuda na identificação com o uso de filtros e conta ainda com informações das espécies como alimentação, reprodução e predadores. APP inédito de anfíbios da Mata Atlântica foi lançado no dia 15 de abril.
Divulgação App “Anfíbios da Mata Atlântica”
Desde o último dia 15 de abril cerca de 90% da diversidade total de anfíbios da Mata Atlântica pode ser levada no bolso ou na mochila de trilha, e ser acessada com apenas um clique.
Isso porque as informações de 567 espécies estão disponíveis em um aplicativo inédito chamado “Anfíbios da Mata Atlântica” que traz um guia criado pelos biólogos Luís Felipe Toledo, Simone Dena, Ivan Sazima da Unicamp, pelo Célio Haddad e a Cynthia Prado da Unesp, pelo João Luiz Gasparini da UFRJ, pelo Daniel Loebmann da FURG e pelo autônomo Magno Segalla.
“O guia resulta da evolução de tudo que fizemos durante vários anos. Começou em 2005 com um CD dos sons dos anfíbios, depois tiveram mais dois CD-roms e ainda dois livros”, explica o pesquisador Felipe Toledo.
As informações estão disponíveis em inglês e em português.
Divulgação App “Anfíbios da Mata Atlântica”
O aplicativo bilíngue (Português/Inglês) é pago e está disponível nas versões de Android e IOS. Traz informações sobre alimentação, reprodução, predadores, defesa, estado de conservação das espécies, fotos e até a vocalização dos anfíbios. Além disso, conta também com mais detalhes da Mata Atlântica, bioma considerado como um hotspot de biodiversidade.
De acordo com Toledo a ideia do aplicativo surgiu há cinco anos por trazer diversas vantagens e acrescentar possibilidades quando comparado ao livro. “O app permite atualizações periódicas das espécies, o que é muito importante, porque mudanças ocorrem o tempo todo no meio científico. Além disso, é mais barato, permite incluir o som dos bichos, diversas fotos e pode ainda ser levado para qualquer lugar com o celular, até mesmo para o campo de pesquisa”.
O desejo dos pesquisadores é de atualizar o aplicativo a cada seis meses e ampliar cada vez mais o número de espécies abrangentes. Quem compra o aplicativo paga uma única vez e ganha as atualizações futuras.
O sapo-de-chifres (Proceratophrys boiei) tem ampla distribuição pela Mata Atlântica, existindo desde o nordeste até o sul do Brasil
Victor Favero/ Arquivo pessoal
O material também ajuda na identificação das espécies, à medida que traz filtros. “Quem tira a foto de um anfíbio na Mata Atlântica consegue procurar por ele dentro do app filtrando por estado, tamanho, cor e até o local em que encontrou o animal como uma lagoa, por exemplo”, complementa Toledo.
O pesquisador afirma que a recepção do novo material tem sido positiva tanto de leigos como de profissionais na área. “No geral estamos recebendo feedbacks positivos e muitas pessoas querendo ajudar dando dicas, sugerindo mudanças e algumas correções, o que é muito legal já que o aplicativo permite”, finaliza.