Campanha de doação de alimentos durante vacinação contra Covid-19 reúne 12 cidades da região de Campinas


Pessoas a serem imunizadas são convidadas a levar 1 kg de comida não perecível que serão entregues a moradores em situação de vulnerabilidade. Campinas não adere à iniciativa. Estado de São Paulo lança campanha ‘Vacina Contra a Fome’
Abrigo de Idosos Dona Helena Dornfeld/Divulgação
Doze cidades da região de Campinas (SP) aderiram à campanha de arrecadação de comida lançada nesta quarta-feira (31) pelo governo estadual. A proposta é que os moradores que serão vacinados doem um quilo de alimento não perecível. Os mantimentos serão repassados a famílias em situação de vulnerabilidade. Veja a lista de municípios participantes.
Veja outras campanhas de doação na região
A campanha, chamada “Vacina Contra a Fome”, pode receber a adesão de mais cidades. No entanto, Campinas afirmou que não participará da iniciativa pois já havia iniciado outra, a “Campinas sem fome”, e afirmou que a doação nos locais de imunização pode prejudicar a vacinação.
“A administração municipal entende que condicionar a vacina à doação de alimentos – mesmo sendo facultativa – pode prejudicar a dinâmica dos Centros de Imunização e também gerar constrangimento entre os que, neste momento, não podem contribuir”.
Águas de Lindoia
Americana
Hortolândia
Lindoia
Morungaba
Pedreira
Santo Antônio de Posse
Serra Negra
Tuiuti
Espírito Santo Do Pinhal
Mogi Mirim
A campanha
A iniciativa tem como objetivo ajudar famílias em situação de vulnerabilidade nesse momento de crise causada pela pandemia da Covid-19. As prefeituras de cada cidade participante tem como responsabilidade fazer a distribuição dos produtos alimentícios.
O governo estadual recomenda que os municípios instalem pontos de arrecadação nos postos de vacinação contra o novo coronavírus. Para aderir a campanha, as administrações municipais devem preencher um termo pelo site no qual também possui materiais de divulgação.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.