Campinas entra em estado de alerta após umidade do ar diminuir para 18%, diz Defesa Civil


Índice foi registrado na tarde desta terça-feira (25); veja recomendações para saúde. Baixa umidade do ar deixa Campinas em estado de alerta
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas (SP) entrou em estado de alerta após a umidade relativa do ar chegar a 18% na tarde desta terça-feira (25), segundo a Defesa Civil. O índice foi registrado às 13h40 por uma estação do Instituto Agronômico (IAC) instalada na região norte da metrópole. Veja abaixo recomendações para saúde.
O estado de alerta ocorre quando a umidade do ar tem indicador entre 12% e 20%.
A orientação da Defesa Civil é para que os moradores tenham cuidados com hidratação no período, principalmente crianças e idosos. “A baixa umidade do ar causa danos para a saúde, aumentando o risco e o agravamento de problemas respiratórios e podendo levar à desidratação e sobrecarga no organismo de pessoas com doenças cardíacas”, diz nota da assessoria ao também fazer um alerta sobre o aumento de ocorrências sobre incêndios em áreas de vegetação na cidade.
Recomendações
Não realizar, se possível, exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas;
Evitar aglomerações em ambientes fechados;
Usar soro fisiológico para olhos e narinas.
Umidificar o ambiente com uso de vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água;
Permanecer em locais protegidos do sol e em áreas arborizadas;
Aumentar o consumo de água.
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.