Campinas fecha estabelecimentos e dispersa 5,2 mil entre sábado e domingo por aglomerações


Balanço divulgado pela prefeitura na noite deste domingo (30) destaca que um estabelecimento precisou ser lacrado, e concentração de pessoas foi flagrada em diversas regiões da cidade. Veículo da Guarda de Campinas durante fiscalização entre a noite de sábado e madrugada deste domingo
Prefeitura de Campinas
Uma fiscalização realizada em Campinas (SP) entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo (30) fechou seis estabelecimentos comerciais por descumprimento de regras sanitárias e na lacração de um. Além disso, segundo nota divulgada pela prefeitura nesta noite, as equipes estimam um total de 5,2 mil pessoas dispersadas em diversas áreas da cidade em virtude de aglomerações.
A assessoria do governo municipal diz que não foram identificados eventos clandestinos ou festas, mas somente reuniões de grupos em áreas públicas como ruas. Além disso, durante os trabalhos também foram abordados 232 veículos em barreiras sanitárias e 369 moradores foram orientados sobre o toque de recolher após 21h.
“A prefeitura tem feito ações contínuas e sistemáticas de fiscalização, tanto em operações individuais de rotina de cada órgão quanto ações conjuntas da força-tarefa Covid-19. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 153, da Guarda Municipal, e pelo 156”, diz nota.
No sábado, dez bares foram autuados em Campinas e cada um terá de pagar multa de R$ 3 mil.
Covid-19: Campinas lacra nove bares em fiscalização
Prefeitura de Campinas
Saúde sob pressão
Desde o início da pandemia, a cidade registra 101.367 infectados, incluindo 3.313.
A metrópole atingiu 100% de ocupação nos 218 leitos de UTI Covid-19 disponibilizados via Sistema Único de Saúde (SUS), na noite de sexta-feira, e a fila de espera por uma estrutura deste tipo aumentou, enquanto o número de leitos vagos na rede privada diminui em relação ao dia anterior.
Um novo balanço deve ser divulgado pela administração na tarde desta segunda-feira.
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.