Campinas registra mais 37 óbitos por Covid-19 e soma 2.598 vidas perdidas


Este é o terceiro dia consecutivo em que a metrópole divulga mais de 30 óbitos por boletim. Acréscimo de 470 casos positivos elevou o total de infectados para 84.138. Teste rápido para Covid-19
Breno Esaki/Agência Saúde
Após confirmar mais 37 óbitos por Covid-19, Campinas (SP) chegou nesta quinta-feira (8) ao total de 2.598 vidas perdidas para a doença desde o início da pandemia. O boletim divulgado pela prefeitura mostra, ainda, um acréscimo de 470 casos positivos, elevando a soma para 84.138.
Este é o terceiro dia consecutivo em que a metrópole divulga mais de 30 óbitos em um único boletim. Na terça (6), a cidade bateu o recorde de registros em 24h, com 65 óbitos confirmados.
Mortes por boletim/dia:
05/04: 29
06/04: 65
07/04: 35
08/04: 37
Os novos casos e mortes contabilizados pelo governo municipal não significam, necessariamente, que ocorreram todos no dia da divulgação, mas sim que foram registrados no sistema nesta data.
Números atualizados pela administração nesta quinta-feira:
Confirmados: 84.138 (470 a mais)
Óbitos: 2.598 (37 a mais)
Idade, sexo, comorbidades: veja o perfil das vítimas em Campinas
1 mil mortes desde janeiro
Na quarta-feira (7), Campinas superou 1 mil óbitos registrados pela doença apenas neste ano. O número foi atingido em 95 dias, tempo 37,9% menor do que o levado para chegar à mesma quantidade em 2020 — de 153 dias.
Para a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) de Campinas, Andrea Von Zuben, a explicação pode ser a variante brasileira P.1 do novo coronavírus, que circula na cidade desde meados de janeiro e, além de ser mais transmissível, também tem potencial para gerar uma doença mais grave.
“Ela é mais transmissível e consequentemente a gente vai ter mais pacientes graves e mais pacientes que evoluem a óbito. (…) Ela é mais grave também, acomete jovens com uma maior gravidade”, avaliou.
Acompanhe no gráfico abaixo o total de casos positivos desde 13 de março de 2020, quando Campinas registrou o primeiro morador infectado, e o acumulado diário com dados da administração.
Veja no gráfico abaixo o número de casos por dia, de acordo com o acréscimo diário de novos registros de Covid-19.
Mortes
O boletim desta quinta-feira inclui a morte de uma jovem de 18 anos com doenças preexistentes (comorbidades). Ao todo, a relação de vítimas traz 22 mulheres e 15 homens, sendo 27 pacientes maiores de 60 anos – veja detalhes abaixo.
28/03: Mulher, 60 anos, com comorbidades.
30/03: Mulher, 74 anos, com comorbidades.
31/03: Mulher, 76 anos, com comorbidades.
01/04: Homem, 53 anos, com comorbidades.
01/01: Mulher, 63 anos, com comorbidades.
02/04: Homem, 53 anos, com comorbidades.
02/04: Mulher, 57 anos, com comorbidades.
02/04: Mulher, 64 anos, com comorbidades.
02/04: Homem, 67 anos, com comorbidades.
02/04: Homem, 76 anos, com comorbidades.
02/04: Homem, 82 anos, com comorbidades.
03/04: Mulher, 85 anos, com comorbidades.
03/04: Mulher, 76 anos, com comorbidades.
03/04: Mulher, 71 anos, com comorbidades.
03/04: Homem, 73 anos, sem comorbidades.
04/04: Mulher, 46 anos, com comorbidades.
04/04: Mulher, 62 anos, com comorbidades.
04/04: Homem, 63 anos, com comorbidades
04/04: Homem, 67 anos, com comorbidades.
04/04: Mulher, 68 anos, com comorbidades.
04/04: Mulher, 75 anos, com comorbidades.
04/04: Homem, 75 anos, com comorbidades.
04/04: Mulher, 76 anos, com comorbidades.
05/04: Homem, 62 anos, com comorbidades.
05/04: Homem, 67 anos, com comorbidades.
05/04: Mulher, 70 anos, com comorbidades.
06/04: Mulher, 55 anos, com comorbidades.
06/04: Mulher, 57 anos, com comorbidades.
06/04: Mulher, 62 anos, com comorbidades.
06/04: Homem, 63 anos, com comorbidades.
06/04: Mulher, 68 anos, com comorbidades.
06/04: Homem, 75 anos, com comorbidades.
06/04: Mulher, 85 anos, com comorbidades.
07/04: Mulher, 18 anos, com comorbidades.
07/04: Homem, 47 anos, sem comorbidades.
07/07: Mulher, 49 anos, com comorbidades.
07/04: Homem, 57 anos, com comorbidades.
Confira a curva do número de mortes acumuladas por dia do registro do óbito desde o início da pandemia no gráfico abaixo.
Veja no gráfico abaixo o número de pessoas que morreram por dia, com base na data do atestado de óbito.
VÍDEO: autoridades e médicos comentam pior momento da pandemia
Profissionais de Saúde na linha de frente e autoridades avaliam pior momento da pandemia
Initial plugin text
Busque pelo título do caso
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.