Campinas tem abril com mais mortes no trânsito desde 2016; casos com motociclistas dobram


Relatório do Infosiga aponta 16 ocorrências no mês na metrópole, sendo oito delas envolvendo condutores de motos. Campinas (SP) registrou em abril o maior número de mortes em acidentes de trânsito para o mês desde 2016. De acordo com o Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP), foram 16 óbitos na metrópole, tanto em vias municipais quanto em rodovias.
Mortes no trânsito em Campinas
Abr/15: 22
Abr/16: 18
Abr/17: 10
Abr/18: 11
Abr/19: 11
Abr/20: 10
Abr/21: 16
Os motociclistas foram as principais vítimas do trânsito. Oito condutores morreram em acidentes em abril de 2021, o dobro do registrado no mesmo mês de 2020, já durante a pandemia da Covid-19.
Entre as ocorrências com motos, quatro foram em vias municipais e outras quatro em estradas – todas registradas na Rodovia D. Pedro I (SP-065). Segundo avaliação da Rota das Bandeiras, concessionária que administra o trecho, a principal causa do aumento de acidentes está relacionada com a maior demanda por serviços de delivery.
Acidente de moto ocorrido em 2020, em Campinas;
Reprodução / EPTV
De acordo com a Rota, “blitze educativas”, em conjunto com a Polícia Militar Rodoviária, estão sendo realizadas para esse público-alvo.
“Uma preocupação é com o uso do celular durante o percurso. Os motoboys devem utilizá-lo somente antes da saída para a entrega. Nosso material também destaca a importância para o uso de roupas adequadas, a revisão da moto e a não utilização do corredor entre os veículos para trafegar”, destaca, em nota, Murilo Perez, coordenador da concessionária.
Ainda segundo a Rota, foram registrados no trecho de Campinas da D. Pedro I (SP-065), nos quatro primeiros meses deste ano, 37 acidentes com motociclistas que resultaram em cinco mortes. No mesmo período de 2020, foram 30 ocorrências e um óbito.
“Já as ocorrências com outros veículos tiveram queda de 14%, passando de 76 para 62 casos. Nos dois períodos, foram duas mortes”, informa a empresa.
Vítimas
Segundo o relatório do Infosiga, depois dos motociclistas, os pedestres são as maiores vítimas do trânsito de Campinas em abril de 2021. Foram três óbitos, duas em trechos de estradas e um em uma via do município.
Completam a lista de vítimas dois condutores de automóveis, envolvidos em batidas; dois ciclistas e um motorista de caminhão.
Como efeito de comparação, em 2020 foram registrados 10 óbitos em acidentes de trânsito no mês de abril, sendo quatro motociclistas, três ocupantes de automóveis, dois de caminhões e um pedestre.
Playlist: veja tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.