Centros de Saúde de Campinas atendem 118 pessoas no feriado da Sexta-feira Santa; 3 unidades seguem abertas para Covid-19


As unidades do Jardim Vista Alegre, São Bernardo e Costa e Silva funcionarão das 7h às 17h também neste sábado (3) e domingo (4). Veja quais os sintomas leves de Covid-19 que precisam de atendimento médico
Os três Centros de Saúde (CSs) de Campinas (SP) abertos durante o feriadão de Páscoa para atenção exclusiva de sintomáticos da Covid-19 atenderam 118 pessoas com sinais gripais e queixas respiratórias nesta sexta-feira (2). Três pacientes precisaram ser encaminhados pelo Samu para unidades de urgência e emergência.
O funcionamento segue neste sábado (3) e domingo (4), das 7h às 17h. Veja, abaixo, o endereço das unidades abertas:
CS Jardim Vista Alegre – Avenida Sinimbu 903, no Parque Universitário de Viracopos
CS São Bernardo – Avenida João Batista Morato do Canto, 600, na Fundação da Casa Popular
CS Costa e Silva – Rua Joaquim Manuel de Macedo, s/n, Jardim Santa Genebra
“No sábado e domingo, quem chegar às unidades fará o exame específico para detectar a presença do vírus”, informou a Secretaria de Saúde.
Moradores com sinais mais leves, como garganta arranhando, tosse, sinusite e coriza, devem buscar as unidades para fazer exames e receber orientações de isolamento social. A medida ajuda a desafogar pronto-atendimentos e prontos-socorros, que devem focar em casos mais graves.
O balanço mais recente divulgado pela prefeitura, na quinta-feira (1), aponta 81.941 moradores infectados desde o início da pandemia, sendo 2.428 mortes confirmadas.
Faixa em Centro de Saúde Campinas com atendimento exclusivo para Covid-19
Reprodução/EPTV
Terceiro fim de semana de plantão Covid
Esse será o terceiro final de semana seguido que os Centros de Saúde abrirão para atender pacientes com síndromes gripais e respiratórios – no entanto, nas duas últimas edições da medida foram 14 unidades em funcionamento, que somaram 2.899 atendimentos.
A ideia é deixar os pronto-atendimentos e prontos-socorros menos carregados para receberem os casos mais graves nesse período. Os casos mais graves que dependem de internação identificados nos Centros de Saúde são encaminhados para unidades hospitalares via Samu.
VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas