Covid-19: Campinas abre vagas para vacinação de transplantados, pacientes renais e pessoas com síndrome de Down


Inscrição deve ser feita no site ou telefone 160, onde serão informados horário e local de aplicação. Agendamento também está disponível para alunos da saúde que estagiam no setor. Vacina contra a Covid-19 é aplicada em Campinas
Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Campinas (SP) está com vagas abertas para agendamento da vacinação contra a Covid-19 para estudantes da área da saúde que estagiam no setor, pessoas com síndrome de Down, pacientes em terapia renal substitutiva e transplantados (rim, coração, pulmão, fígado ou pâncreas), além de trabalhadores da saúde.
Ao todo, foram abertas 20 mil vagas. A inscrição deve ser feita no site vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Para ser imunizado, é necessário ter a partir de 18 anos; a orientação também vale para profissionais de saúde com comorbidades, que antes tinham a imunização restrita à faixa etária a partir de 35 anos.
Veja que pode se vacinar hoje em Campinas
Acompanhe a evolução da imunização na região
As vacinas contra a Covid-19 são aplicadas em cinco centros de imunização (veja lista abaixo). Só serão atendidos os moradores que fizerem o cadastro. No dia da aplicação, a pessoa deve chegar ao local indicado com 10 minutos de antecedência e apresentar documento de identificação com foto, além de comprovante de endereço e de agendamento (vale mostrar pelo celular).
Documentos necessários
Além dos documentos citados acima, os estudantes da área da saúde devem apresentar declaração de matrícula nominal emitida pela instituição de ensino, em papel timbrado, carimbada e assinada por coordenador do curso ou outra autoridade equivalente. O documento deve trazer o nome completo do estudante, curso, semestre/período que está cursando e informações sobre estágio em andamento (local e período).
Além disso, deve apresentar declaração em papel timbrado emitida pelo serviço/unidade de saúde em que realiza o estágio, que deverá conter: nome completo do estudante, curso, semestre e nome do coordenador do serviço (com CPF e assinatura).
Já os trabalhadores na área de saúde precisam levar o registro no conselho de classe e/ou outro comprovante, além de comprovante de trabalho no setor, que pode ser contrato de trabalho, contrato de prestação de serviços, holerite, crachá (desde que contenha nome do estabelecimento, nome e sobrenome da pessoa, cargo ou função) ou declaração emitida pelo serviço de saúde que comprove o vínculo empregatício da pessoa.
Os pacientes em terapia renal substitutiva ou transplantados devem apresentar relatório ou declaração do médico informando o diagnóstico e recomendando a vacinação. Segundo a prefeitura, as pessoas que não apresentarem os documentos exigidos não serão vacinadas.
Locais de vacinação
Os centros de imunização funcionam das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 18h, aos sábados e domingos.
Centro de Vivência do Idoso na Lagoa do Taquaral – Avenida Heitor Penteado, s/nº, portão 5
Escola CAIC Zeferino Vaz – Rua José Augusto de Mattos, s/nº – Parque Residencial Vila União
Casa da Criança Paralítica – Rua Pedro Domingos Vitali, nº 160 – Parque Itália
Clube Círculo Militar – Avenida Getúlio Vargas, nº 200 – Jardim Chapadão
Centro de Imunização Noroeste – Rua Augusta Parreira Belintani, s/nº, na Vila Castelo Branco
VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.