Covid-19: Viracopos conclui aplicação de 1ª dose com 6,8 mil funcionários vacinados


Meta era imunizar 7 mil aeroportuários, aeroviários e aeronautas. Grávidas receberão CoronaVac em dia a ser definido pela Secretaria Municipal de Saúde. Fila para vacinação no Aeroporto de Viracopos no sábado
Luciano Claudino/Código 19
A Secretaria de Saúde de Campinas (SP) concluiu a vacinação de funcionários no Aeroporto Internacional de Viracopos na noite de quinta-feira (3) e aplicou a 1ª dose em 6.855 trabalhadores, o que equivale a cerca de 98% dos 7 mil pessoas que fazem parte do público-alvo.
A vacinação começou em 29 de maio e a previsão era encerrar na quarta-feira (2), mas se estendeu por mais um dia. Há, ainda, funcionárias grávidas que receberão a vacina CoronaVac, já que a campanha no aeroporto usou doses da AstraZeneca/Oxford, cujo uso não é recomendado para gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz há 45 dias).
Os faltosos ou profissionais que perderam o agendamento da vacina na data poderão fazer o reagendamento para receber a vacina em um dos centros de imunização.
Segundo a prefeitura, foram vacinados trabalhadores que atuam no atendimento e nas operações com passageiros.
Portanto, funcionários da administração aeroportuária, empresas de limpeza e sanitização, empresas aéreas de passageiros nacionais (equipe de solo, tripulantes e comissários baseados em Viracopos), empresas de handling, catering, vigilância, serviços auxiliares de transportes aéreos, receberam a vacina.
Além disso, membros de órgãos públicos que ainda não foram vacinados por campanhas específicas, funcionários de lojas e restaurantes, assim como locadoras de veículos também foram imunizados.
Distribuição das doses
Quando a imunização foi anunciada, o governo de São Paulo informou que direcionou 4,7 mil doses para os aeroportuários de Viracopos. A prefeitura fez um reforço com 2,3 mil imunizantes para alcançar a quantidade necessária para os 7 mil profissionais.
A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos estima quadro com 8 mil funcionários na estrutura, mas entende que 7 mil doses eram suficientes porque parte dos trabalhadores já foi vacinada em outras fases.
Para a primeira dose, a aplicação ocorreu no corredor do Edifício Garagem do aeroporto. A segunda dose não será aplicada dentro de Viracopos, mas em postos de vacinação da cidade.
Para a enfermeira Kamila Belo, que atua no apoio técnico ao Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), a campanha em Viracopos superou a meta estabelecida pelo governo estadual.
O Devisa orienta que os funcionários do aeroporto que não foram contemplados nessa fase inicial devem acompanhar a programação das cidades para receber as doses. “Aqueles que já atendem os critérios de vacinação dos grupos prioritários de seus municípios devem fazer a vacinação nos Centros de Imunização locais”.
Terminal de cargas no Aeroporto de Viracopos
Aeroportos Brasil Viracopos
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.