Covid: Campinas abre agenda para vacinar morador acima de 58 anos e profissional da educação a partir de 45 anos; veja como fazer


Moradores com 58 e 59 anos, sem comorbidades, podem escolher dia e horário em um dos cinco centro de aplicação. Professora recebe a dose da vacina CoronaVac no Centro de Vivência do Idoso no bairro Taquaral, em Campinas, interior de SP
Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Campinas (SP) abre nesta terça-feira (8), a partir das 17h, o agendamento para vacinação contra Covid-19 de moradores acima de 58, sem doenças preexistentes (comorbidades), profissionais da educação a partir de 45 anos e trabalhadores do Aeroporto Internacional de Viracopos com 18 anos ou mais. O cadastro deve ser feito no site da campanha.
Os moradores com 58 e 59 anos sem comorbidades devem optar no agendamento pela data e horário em um dos cinco centros de aplicação de Campinas – veja endereços abaixo.
Para os profissionais de educação, antes do agendamento é preciso fazer um pré-cadastro no site do VacinaJá, que passa por uma análise e, se validado, emite um comprovante via e-mail, com QR Code, que valida a aplicação. As vacinas serão disponibilizadas para toda a equipe que atua na educação, como diretores, supervisores, professores, cozinheiras, faxineiras, porteiros, entre outros.
Veja aqui como fazer o agendamento para tomar a vacina contra a Covid-19
No caso dos trabalhadores de Viracopos, no dia agendado é preciso apresentar o comprovante do agendamento, CPF e documento com foto.
“Se estiver empregado como aeroportuário ou aeroviário da frente de atendimento ou nas operações com passageiros, deverão apresentar a credencial ativa do aeroporto no dia da vacina. Se for aeronauta, deverá apresentar a credencial funcional que comprove a base da companhia aérea em Viracopos. Os nomes e autorizações serão conferidos na listagem oficial da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos S.A.”, informa, em nota, a prefeitura.
Agendamentos abertos
Além das novas faixas etárias anunciadas pela prefeitura de Campinas, outros grupos estão com agendamento aberto em Campinas.
Os interessados precisam ser moradores da cidade e apresentar comprovante de residência, além de um documento oficial com foto e documento que comprove a situação de saúde ou de classe. São eles:
Gestantes e puérperas, com 18 anos ou mais; AGENDE AQUI
Pessoas com comorbidades, com 18 anos ou mais; AGENDE AQUI
Pessoas com deficiência permanente grave que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), com 18 anos ou mais; AGENDE AQUI
Pacientes em terapia renal substitutiva e pacientes transplantados: coração pulmão, rim, fígado ou pâncreas, com 18 anos ou mais; AGENDE AQUI
Motorista e cobrador de ônibus municipal e intermunicipal com Comprovante Vacina Já com QRCode; AGENDE AQUI
Aeroportuários, aeroviários e Aeronautas, com 18 anos ou mais. AGENDE AQUI
No vídeo abaixo, a infectologista do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) explica a importância de pessoas com problemas de saúde e também as gestantes e puérperas se vacinarem contra a Covid-19.
Infectologista explica importância de vacinar gestantes, puérperas e quem possui doenças
Novo Dia D no sábado
Campinas realiza neste sábado (12) o 3º Dia D de vacinação contra Covid-19. Serão contemplados todos os grupos que podem ser vacinados dentro do estabelecido na campanha, inclusive as pessoas que ainda precisam tomar a segunda dose.
Ao todo, 26.880 vagas serão abertas para esta data e 64 Centros de Saúde vão abrir para a aplicação das doses. O agendamento é online, também pela página da prefeitura.
Que vacina é essa? Coronavac
O que é considerado comorbidade?
O governo de São Paulo segue os critérios de comorbidade definidos pelo Ministério da Saúde:
Insuficiência cardíaca
Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
Cardiopatia hipertensiva
Síndrome coronariana
Valvopatias
Miocardiopatias e pericardopatias
Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas
Cardiopatias congênitas no adulto
Próteses valvares e dispositivos cardíaco implantados
Diabetes mellitus
Pneumopatias crônicas graves
Hipertensão arterial resistente
Hipertensão artéria estágio 3
Hipertensão artéria estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo
Doença cerebrovascular
Doença renal crônica
Imunossuprimidos
Anemia falciforme
Obesidade mórbida
Cirrose hepática
Portadores do vírus HIV
Doença neurológica
De acordo com a coordenadora do programa estadual de imunização, Regiane de Paula, pacientes com câncer estão incluídos na categoria de “imunossuprimidos”.
Comorbidades: veja formulário sobre problemas de saúde aceitos para vacinação
Que vacina é essa? Oxford Astrazeneca
Endereços dos centros de imunização de Campinas
CVI – Centro de Vivência do Idoso na Lagoa do Taquaral – Avenida Doutor Heitor Penteado, s/nº – Portão 5, com área de estacionamento
Escola Caic Zeferino Vaz – Rua José Augusto de Mattos, s/nº – Parque Residencial Vila União
Círculo Militar de Campinas – Avenida Getúlio Vargas, 200 – Jardim Chapadão
Casa da Criança Paralítica – Rua Pedro Domingos Vitali, nº 160 – Parque Itália
Centro de Imunização Noroeste (antigo prédio da Naed Noroeste) – Rua Augusta Parreira Belinteni, s/nº – Vila Castelo Branco
VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas