Covid: Unicamp retoma atividades presenciais na administração central com 20% dos servidores


Nova determinação não altera a resolução que suspendeu atividades acadêmicas não essenciais por conta da pandemia. Servidores administrativos da Unicamp retomam trabalho presencial com 20% da equipe
A Unicamp anunciou nesta terça-feira (4) a retomada de atividades presenciais na administração central da universidade, limitada a 20% dos servidores em esquema de rodízio. A resolução não altera outras determinações como a suspensão de atividades acadêmicas não essenciais, em vigor desde 26 de janeiro de 2021, por conta do cenário atual da pandemia da Covid-19.
Na resolução assinada pelo reitor Antonio José de Almeida Meirelles, o Tom Zé, e que entrou em vigor nesta terça, data da publicação, a medida é justificada pelo “caráter essencial das atividades administrativas realizadas pelos órgãos da administração central da Unicamp.
Mesmo com a retomada das atividades presenciais, a determinação é por adoção de medidas higiênicas e sanitárias e com “priorização da realização de reuniões de forma remota”.
Atualmente a Unicamp adota uma série de medidas para restringir a circulação, como a proibição de visita para práticas esportivas ou passeios nos campi; restrição de acessos para empresas com atividades nos campi; e funcionamento do restaurante universitário (RU) até as 19h, apenas para equipes da área da saúde, pessoas envolvidas na testagem para Covid-19, estudantes bolsistas, e servidores em atividade presencial”.
Vista aérea do campus da Unicamp, em Campinas (SP)
Reprodução/EPTV
Efeito Covid
A Unicamp foi a primeira universidade pública brasileira a interromper as atividades por conta da pandemia, em 13 de março de 2020. A universidade deu início ao plano de retomada gradual das atividades presenciais em outubro do ano passado e previa, para janeiro de 2021, voltar a 100%.
Entretanto, em resolução assinada em janeiro pelo então reitor em exercício, Marcelo Knobel, a universidade voltou a suspender atividades presenciais diante da aceleração de novos casos e óbitos pela Covid-19.
VÍDEOS: Veja o que é destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas