Decreto que proíbe desperdício de água e prevê multa de R$ 535 começa a valer em Vinhedo


Fiscalização será realizada por técnicos da Sanebavi e agentes da Guarda Civil Municipal (GCM). Decreto da Operação Estiagem 2021 prevê multa de R$ 535,83 para os moradores que desperdiçam água em Vinhedo (SP)
Edijan Del Santo/ EPTV
O decreto de Vinhedo (SP) que proíbe desperdício de água tratada começou a valer nesta terça-feira (8) e prevê multa de R$ 535,83 aos moradores que cometam infrações. A fiscalização será feita por técnicos da Sanebavi e agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM).
Para evitar o desabastecimento da cidade durante o período de estiagem, não será permitido utilizar água para fins não essenciais. Veja a lista de proibições abaixo.
Aguar gramados ou jardins;
Manter torneiras abertas de forma indevida;
Caixa d’água, reservatórios ou mangueiras que desperdicem água de forma contínua;
Lavar calçadas, ruas, varandas, pátios, quintais e veículos.
Tanto fiscais quanto guardas estão autorizados pelo decreto a entrar em qualquer estabelecimento industrial, comercial ou residencial caso identifiquem o uso inadequado de água.
Os moradores podem colaborar com as vistorias e realizar denúncias pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones 08007747123, em qualquer horário, e (19) 3826-8499, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas