Dia Mundial sem Tabaco: pulmão gigante em Viracopos alerta sobre riscos do tabagismo


Oncologista destaca que Brasil registra cerca de 160 mil mortes por ano relacionadas ao consumo de cigarro. Dia Mundial sem Tabaco: pulmão gigante instalado em Viracopos, em Campinas (SP), alerta para riscos do tabagismo
Aline Praia
Um pulmão gigante foi instalado no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), para alertar passageiros e funcionários sobre os malefícios do tabagismo. A campanha fez parte do Dia Mundial sem Tabaco, celebrado nesta segunda-feira (31).
“O cigarro é a maior causa evitável de morte no mundo todo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) espera para 2021, algo próximo de 8 milhões de mortes em todo mundo por doenças causadas pelo hábito de fumar. Só no Brasil são cerca de 430 mortes ao dia relacionadas ao tabagismo, cerca de 160 mil mortes ao ano”, explica, em nota, o oncologista Vinícius Corrêa da Conceição.
Além de alertar para os riscos já conhecidos do tabagismo, o pulmão com 6 metros de altura também serve para chamar a atenção de como o cigarro pode ser prejudicial em pessoas infectadas pelo coronavírus.
“O cigarro provoca uma inflamação crônica nos pulmões, causando distúrbios pulmonares graves, além de sabidamente reduzir a imunidade de quem fuma. Se o coronavírus provoca pneumonia e afeta os pulmões, é claro que o dano é maior naqueles pacientes que já têm comprometimento do tecido pulmonar causado pelo tabaco. Portanto, uma parcela das pessoas que morreram em decorrência da COVID-19, indiretamente são vítimas do cigarro”, completa o oncologista.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas