Drogas sintéticas e haxixe escondidos em bombons são apreendidos em presídio de Hortolândia


Porções de K4 e LSD foram enviadas pelas mães dos presos, que perderam o direito à progressão para o regime semiaberto. Todo o matéria apreendido foi encaminhado para a delegacia de Hortolândia (SP)
Secretaria da Administração Penitenciária (SAP)/Divulgação
Agentes penitenciários apreenderam 197 unidades de papel com K4, droga sintética com efeito 100 vezes maior do que o da maconha, 14 porções de LSD e 14 gramas de haxixe enviados para presos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em Hortolândia (SP).
As drogas estavam escondidas em bolachas rosquinhas e bombons de amendoim. O material foi enviado pelas mães dos presos no final da tarde desta quarta-feira (31).
De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), foi aberto um procedimento disciplinar para investigar a responsabilidade dos detentos que receberiam a droga. Também foi solicitada a suspensão do direito ao regime semiaberto dos presos.
Além disso, a SAP informa que as pessoas responsáveis pelos envios das drogas serão suspensas do rol de visitas. Todo o material apreendido foi encaminhado para a delegacia da cidade.
Segundo a SAP, as pessoas responsáveis pelos envios das drogas serão suspensas do rol de visitas
Secretaria da Administração Penitenciária (SAP)/Divulgação
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas