Elisângela Patrícia Tanque Medina é uma das semifinalistas do concurso Tá Combinado


Ela sugeriu torta paulista de amendoim com doce de leite. A receita foi escolhida na quinta fase que teve o suflê de couve-flor como prato principal. Elisângela Patrícia Tanque Medina está entre os 12 semifinalistas da última rodada do concurso Tá Combinado
Crédito: Arquivo pessoal
A autônoma Elisângela Patrícia Tanque Medina, de 30 anos, de Limeira, apostou na sobremesa torta paulista de amendoim com doce de leite para ser servida após o prato principal da rodada, que era o suflê de couve-flor, e se classificou como uma das semifinalistas da quinta rodada do concurso Tá Combinado.
Ela e o marido Júnior trabalham com cozinha há pouco mais de um ano. A cada sábado, eles fazem um prato da culinária brasileira, acompanhado de uma sobremesa. O arroz carreteiro, o baião de dois e a feijoada são os mais apreciados pelos clientes, mas também fazem sucesso a moqueca, a vaca atolada e a galinhada.
A paixão pela cozinha vem da infância. “Tenho uma família grande e todo ano fazíamos comida para comemorar o aniversário da minha avó, então, já usamos panelas grandes e até fogão industrial. Tudo o que eu tenho hoje para cozinhar, herdei dela”, diz.
O arroz carreteiro, por exemplo, é uma receita de seu irmão, que era preparada nessas ocasiões. Com a mãe, Elisângela aprendeu a comida caseira. “A feijoada que eu faço no Dia das Mães, aprendi com ela”, exemplifica.
Elisângela também gosta de assistir aos programas de culinária na televisão para conhecer mais sobre os pratos de outros cantos do mundo e acredita que seu próximo passo será entrar em um curso de gastronomia para aprender mais sobre os ingredientes, as técnicas e a produção de pratos mais elaborados.
Antes de trabalhar com cozinha, ela atuava no ramo de semijoias, mas revela que a vontade de se dedicar a algo novo que a agradasse mais prevaleceu e no ano passado, resolveu fazer essa mudança profissional.
Ela soube do Tá Combinado no Savegnavo e também pelo rádio. Na quarta rodada, enviou uma receita de filé com champignon, mas foi nesta quinta e última etapa que resolveu apostar em um doce, uma receita de sua madrinha que ela já pratica há bastante tempo. Segundo ela, é a maior delícia para ser apreciada depois de um prato salgado.
Veja a receita:

Torta paulista de amendoim com doce de leite
Ingredientes:
1 litro de leite Italac
3 colheres (sopa) de amido de milho
1 lata de leite condensado Italac
2 caixinhas de creme de leite Italac
2 gemas
12 gotas de essência de baunilha
1 pacote de bolacha maisena
250 g de amendoim sem casca e sem sal
400 g de doce de leite
Modo de Preparo:
Do creme
Adicione em uma panela o leite frio e depois dissolva o amido de milho. Em seguida, adicione o leite condensado, o creme de leite, as gemas e as gotas de baunilha. Leve ao fogo médio e mexa até virar um creme.
Montagem do doce
Em um refratário grande, você vai fazer camadas. Inicie o fundo com uma camada de creme, em seguida, uma camada de bolacha, depois de creme e uma de amendoim. Repita mais uma ou duas vezes, dependendo da altura do seu refratário. Para finalizar, depois da última camada de amendoim, faça uma camada com o doce de leite e polvilhe o amendoim para enfeitar. Leve à geladeira por no mínimo 2 horas.
Clique abaixo para poder votar!
O que melhor combina com suflê de couve-flor?
Initial plugin text