Escritor de Campinas lança livro de poesias para retratar isolamento social e cotidiano da pandemia


‘Arado De Odara (Uma Distopia Tropical)’ é o terceiro livro do jornalista Maurício Simionato e une invenção poética e visual ao falar dos tempos atuais. Capa do livro de poesisas “O Arado de Odara (Uma distopia tropical)” do jornalista Maurício Simionato.
Editora Patuá/Maurício Simionato
O escritor e jornalista de Campinas (SP) Maurício Simionato lançou, neste mês, seu terceiro livro, “O Arado de Odara (Uma distopia tropical)”, com 92 poesias que retratam o cotidiano na pandemia da Covid-19, isolamento social e unem elementos lúdicos à realidade.
Dividido em duas seções, a obra concilia o verbo com a invenção poética e visual ao falar sobre quarentena, além de fazer críticas à instituições brasileiras e tratar de amor e erotismo com doses de humor.
A obra já está disponível no site da editora Patuá e conta com a assinatura da poeta Amanda Vidal na orelha, e prefácio do escritor e doutor em Literatura Portuguesa pela USP, Claudio Daniel. Já o posfácio é assinado por Claudio Willer, poeta, ensaísta, crítico, tradutor e doutor em Letras pela USP.
Maurício Simionato já lançou, além da obra mais recente, os livros de poesias “Impermanência” (2012), e “Sobre Auroras e Crepúsculos” (2017). Ele também teve poemas publicados em diversas revistas especializadas em literatura e foi finalista do Prêmio Guarulhos de Literatura 2019 e do Prêmio Off Flip de Poesia em 2021.
O jornalista e poeta Maurício Simionato lança seu terceiro livro, “O AradO de OdarA”, em maio de 2021 em Campinas (SP).
Arquivo Pessoal
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.