Festa clandestina gera aglomeração em adega de Sumaré com venda de bebidas alcoólicas e som alto


Evento contraria as regras para conter o avanço da Covid-19 na pandemia. Aglomeração aconteceu no bairro Nova Veneza na noite de sábado (1) e, segundo moradores que denunciaram, a Polícia Militar não apareceu. Festa clandestina desrespeita a quarentena e incomoda moradores de Sumaré
Moradores do bairro Nova Veneza, em Sumaré (SP), registraram a aglomeração causada por uma festa clandestina durante a noite de sábado (1) e madrugada de domingo (2). Eventos do tipo estão proibidos por causa da pandemia da Covid-19.
De acordo com os moradores que fizeram a denúncia, a festa foi organizada em uma adega e contava com som alto, venda de bebidas alcóolicas durante a madrugada e pessoas empinando motos na rua.
Vizinhos ao estabelecimento informaram que acionaram a Polícia Militar pelo telefone 190, mas nenhuma viatura compareceu ao local. A PM e a Prefeitura de Sumaré foram procuradas, mas não se pronunciaram sobre o ocorrido até a publicação da reportagem.
Sumaré está na fase de transição do Plano São Paulo para conter o avanço do coronavírus. Até o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, a cidade concentrava 19.683 infectados, sendo 691 mortes.
Registro de aglomeração aconteceu no bairro Nova Veneza em Sumaré (SP)
Reprodução/Bom Dia Cidade
VÍDEOS: Veja mais assuntos de Campinas e região
Veja mais notícias da região em G1 Campinas.