Filhote de onça resgatado em rodovia é transferido do Bosque dos Jequitibás, em Campinas, para São Paulo


Animal ficará três meses em um centro de reabilitação e depois será encaminhado pra outra instituição, onde vai aprender a desenvolver instintos de caça e sobrevivência, antes de ser reintegrado à natureza. Filhote de onça parda é transferido de Campinas e inicia processo de retorno à natureza
Um filhote de onça parda foi transferido do Bosque dos Jequitibás, em Campinas (SP), para o Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres (Cemacas) de São Paulo (SP), na quarta-feira (7). O animal de três meses foi resgatado no dia 19 de março na Rodovia Governador Adhemar Pereira de Barros (SP-340), entre os bairros Jardim Miriam e Parque Luciamar.
Para o traslado, o filhote não precisou ser sedado. Ele foi colocado em uma gaiola para transporte, coberta com uma lona preta, e chegou ao destino sem nenhuma intercorrência. A oncinha também recebeu um chip para identificação e rastreamento.
A suspeita do Corpo de Bombeiros, que resgatou a onça, é de que a mãe do felino tenha sido atropelada ou morta ao tentar entrar em alguma propriedade rural. Órfão, o animal ficará sob os cuidados do Cemacas por aproximadamente três meses e será transferido para outra instituição, responsável pela reinserção de animais silvestres em ambientes naturais.
De acordo com o veterinário técnico do Bosque dos Jequitibás Douglas Presotto, por se tratar de um animal órfão, são necessários cuidados especiais na reabilitação. A onça precisa desenvolver instintos e habilidades de caça, originalmente ensinadas pelos pais. Só depois disso é que ela será solta na natureza.
Filhote de onça parda ficou três meses no Bosque dos Jequitibás
Reprodução / EPTV
VÍDEOS: veja mais assuntos de Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.