Fiocruz: Covid-19 representa 59,6% dos casos de síndrome respiratória grave no país

Gabriel Bofinit Araújo
Gabriel Bofinit Araújo
3 Min Read

A nova edição do Boletim InfoGripe, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nesta quarta-feira (1º), aponta para o crescimento de casos de Covid-19 nas tendências de longo e curto prazos – últimas seis e três semanas.

De acordo com o documento, a estimativa é de 7,2 mil casos entre os dias 22 e 28 de maio, cerca de 59,6% dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) com identificação viral. Na edição anterior, os casos de coronavírus representavam 48% dos testes positivos.

Entre as contaminações que evoluíram para óbito, 91,1% dos que tinham identificação viral testaram positivo para SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19.

A atualização também indica a manutenção do predomínio do vírus sincicial respiratório (VSR) entre crianças de 0 a 4 anos. O VSR é uma das principais causas de infecções das vias respiratórias e pulmões, além de contribuir para pneumonia e bronquiolite aguda. Nas demais faixas etárias, a Covid-19 mantém o predomínio dos casos com identificação laboratorial.

Os casos de influenza A e B, causadores da gripe, representam 0,4% e 25,1% dos casos de SRAG, respectivamente.

“Os dados laboratoriais e por faixa etária mantêm o alerta de que o cenário de crescimento atual é decorrente de aumento nos casos de Covid-19. No Rio Grande do Sul, em particular, tem se observado aumento também nos casos positivos para influenza em diversas faixas etárias”, destaca o pesquisador e coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes.

No país, 19 dos 26 estados, além do Distrito Federal, apresentam sinal de crescimento na tendência de longo prazo: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Entre as capitais, 19 seguiram a tendência de novos casos. São elas: Aracaju (SE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Macapá (AP), Manaus (AM), Natal (RN) Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Share This Article
Leave a comment