Frio combina com sopa


Assim como as boas harmonizações propostas pelos participantes do concurso Tá Combinado, é possível se aquecer e nutrir com um alimento milenar saboroso. A sopa é uma refeição que alimenta, nutre e aquece: reunir a família em volta da mesa para saborear diferentes receitas é uma forma de fazer o dia a dia mais especial
Crédito: Freepik
Se tem prato que combina com as temperaturas mais baixas do outono e do inverno é a sopa. Ela pode ter diferentes composições e sabores, pode ser servida no prato, no pão ou até mesmo dentro de alguns alimentos maiores, como a abóbora, e receber temperos dos mais diversos. Só não pode ser injustiçada com a famosa frase “sopa não é janta”.
A sopa pode ser uma refeição muito nutritiva e além disso, colocá-la no cardápio é uma maneira de favorecer o maior consumo de vegetais. A nutricionista Laura Furco Lorenzato, da unidade Iguatemi do Savegnago de Ribeirão Preto, afirma que o preparo da sopas também ajuda a aumentar a diversidade dos alimentos que vão para a mesa. Ou seja, não é preciso se limitar a usar a batata, a cenoura e o tomate. “Podemos colocar mandioquinha, espinafre, vagem, beterraba e em caldos de cabotiá também combina muito o gengibre”, afirma.
E isso significa se alimentar melhor e se beneficiar de forma mais ampla. A nutricionista clínica Renata Beraldo explica que no outono e inverno, precisamos de alimentos que não apenas acabem com a fome, mas que também aqueçam o corpo e tragam uma sensação de bem-estar, um conforto emocional.
“A sopa é um alimento milenar que faz tudo isso. Ao incluir no preparo legumes e verduras, principalmente a couve, que é tão rica em nutrientes, você vai estar saciado com poucas calorias e terá o corpo aquecido e bem nutrido”, afirma.
Nutricionista Laura Furco Lorenzato, do Savegnago Iguatemi, de Ribeirão Preto: consumir sopas é uma forma de aumentar a diversidade de alimentos no cardápio familiar Foto:
Crédito: Divulgação Savegnago
Nutrir é mais importante do que matar a fome
Renata esclarece ainda que, quando você dá nutrientes para o seu organismo, você sente menos fome. O que significa que quanto menor for a nutrição, mais o corpo vai pedir comida e gerar fome. Então, a regra é simples: se alimentar com qualidade faz toda a diferença!
Outro benefício da sopa é que se trata de um prato de fácil digestão, desde que não leve leite na receita, o que é o caso de muitos cremes. Um ingrediente excelente nesse sentido e que cai bem em muitos preparos é o gengibre.
“Uma sopa de abóbora com gengibre e agrião com um pouquinho de páprica picante fica uma delícia”, exemplifica.
As receitas de sopas podem ser enriquecidas com proteínas vegetais ou animais. Renata sugere incluir o músculo e ao caldo da carne adicionar alho-poró, cheiro verde, louro, legumes e verduras variadas. Já para quem é vegetariano ou vegano, vale apostar em proteínas como a lentilha, o grão de bico ou a quinoa. Ou seja, as possibilidades são inúmeras.
A nutricionista Renta Beraldo, de Campinas: consumir sopas nos dias frios ajuda a manter a temperatura corporal e traz sensação de bem-estar emocional, além de nutrir Foto:
Crédito: Arquivo pessoal
Tal como vimos nas receitas das pessoas que se inscreveram no concurso Tá Combinado, fazer combinações de ingredientes e lançar mão de ervas para temperar nos permite uma ter uma alimentação equilibrada e repleta de nutrientes beneficiando a saúde de toda a família.
Veja três receitas de sopas para aquecer as noites de frio:

Crédito: Freepik
Sopa de legumes com quinoa
Ingredientes:
1,5 litro de água fervente
200 g ou 1 peito de frango em cubinhos
1 xícara (sopa) de alho-poró cortado em rodelas finas
1 xícara (sopa) de salsão cortado em rodelas
1 cebola pequena cortada em cubinhos
2 dentes de alho picados
1 a 2 cenouras em cubinhos (pode substituir por 150 g de abóbora cabotiá)
2 a 3 tomates sem pele e sem sementes em cubinhos
1 abobrinha caipira cortada em rodelas ou em cubinhos
100 g de vagem finas cortada em pedaços pequenos
1 xícara de verdura verde escura crua (couve/escarola/mostarda ou brócolis)
1 xíc. (chá) de quinoa em grão cru
Óleo de soja ou canola
Sal marinho com moderação
Modo de preparo:
Aqueça o óleo em uma panela grande. Coloque a carne, salpique o sal e deixar “fritar” até estar cozida. Coloque a cebola, o alho, o alho-poró e o tomate. Mexa e deixe refogar um pouco. Coloque 1 litro da água quente. Deixe ferver e depois coloque todos os outros legumes e deixe ferver novamente. Veja se tem caldo (água) suficiente para uma sopa leve e não grossa. Coloque a quinoa em grão. Deixe cozinhar até que os legumes estejam macios e a quinoa bem cozida (ela cresce um pouco e fica quase transparente). Se a sopa ficar grossa, coloque mais água e espere ferver novamente. Por último, coloque as ervas aromáticas e acerte o sal.
Após a sopa pronta
Você pode incluir ervas secas ou frescas, como cheiro verde, manjericão, tomilho, orégano e alecrim a gosto. E também 1 colher (chá) de curry ou açafrão da terra.

Crédito: Freepik
Sopa de abóbora com lentilha
Ingredientes:
4 colheres (sopa) de óleo de canola
l cebola pequena picada
400 g de abóbora cortada em cubos
2 cenouras médias cortadas em cubos
Sal a gosto
l litro de caldo de legumes ou frango caseiro
l lata de lentilha em conserva (400 g)
Cebolinha picada a gosto
Modo de Preparo:
Em uma panela, aqueça o azeite, refogue a cebola, a abóbora e a cenoura. Tempere com sal. Acrescente aos poucos o caldo de legumes e cozinhe até os legumes ficarem bem macios. Espere esfriar e bata no liquidificador. Volte à panela, adicione a lentilha e desligue o fogo quando levantar fervura. Salpique a cebolinha e sirva em seguida.

Crédito: Freepik
Sopa-creme de mandioquinha e agrião
Ingredientes:
3 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho picados
½ maço de agrião lavado e picado
Sal a gosto
l cebola média picada
l kg de mandioquinha descascada e cortada em cubos
2 litros de caldo de legumes caseiro
2 tomates sem pele e sem sementes picados
Modo de Preparo:
Em uma panela, aqueça uma colher de azeite e doure o alho. Acrescente o agrião e tempere com sal. Em fogo baixo, refogue por dois minutos. Retire da panela e reserve. Na mesma panela, coloque o restante do azeite e refogue a cebola. Junte a mandioquinha e, aos poucos, acrescente o caldo de legumes. Cozinhe em fogo baixo até a mandioquinha ficar bem macia. Deixe esfriar um pouco e bata no liquidificador até formar um creme.
Volte à panela, aqueça e misture com o agrião reservado e com o tomate. Sirva em seguida.
Bom apetite!
E continue acompanhando todas as novidades da reta final do concurso Tá Combinado.