Governo do estado mantém regional de Campinas na fase de transição do Plano SP até 14 de junho


Estado cancelou o avanço de fase que ocorreria no começo de junho. Governador afirma que indicadores da pandemia de Covid-19 indicam cautela. Governador João Doria anunciou manutenção de todo o estado nesta quarta-feira
Reprodução
O Departamento Regional de Saúde 7 (DRS-7), com sede em Campinas (SP), permanece na fase de transição do Plano São Paulo até 14 de junho, anunciou nesta quarta-feira (26) o governador João Doria (PSDB). A medida, que vale também para todo o estado, suspende o avanço de fase que estava previsto para o começo de junho.
Segundo Doria, a suspensão da flexibilização se deve aos números da pandemia, que estão em crescimento. “Os indicadores da pandemia recomendam cautela neste momento, e é a cautela que estamos adotando”, disse, durante entrevista coletiva.
A meta era ampliar, já no primeiro dia de junho, o atendimento presencial para 6h e 22h, até 60% da capacidade de ocupação nos comércios e torque de recolher de 22h às 5h — o que não ocorrerá.
Com isso, seguem em vigor a capacidade limitada em 40% e o toque de recolher de 21h às 5h. A fase de transição foi implantada no estado em 18 de abril. Desde a data, foi flexibilizada em diversos momentos.
Regras até 14 de junho
Atividades comerciais: atendimento presencial entre 6h e 21h
Atividades religiosas: atividades presenciais individuais e coletivas
Serviços gerais (restaurantes, cultura, salões de beleza, academias): Atendimento presencial entre 6h e 21h
Até 40% da capacidade de ocupação dos estabelecimentos
Toque de recolher de 21h às 5h
Regras que valeriam em junho, mas foram suspensas
Atividades comerciais: atendimento presencial entre 6h e 22h
Atividades religiosas: atividades presenciais individuais e coletivas
Serviços gerais (restaurantes, cultura, salões de beleza, academias): Atendimento presencial entre 6h e 22h
Até 60% da capacidade de ocupação dos estabelecimentos
Toque de recolher de 22h às 5h
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas