Indaiatuba sanciona lei que cria auxílio municipal de R$ 130 para moradores em vulnerabilidade


Projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores na segunda-feira (5). O objetivo é minimizar os efeitos econômicos e sociais causados pela quarentena para combate ao novo coronavírus. Fachada da Prefeitura Municipal de Indaiatuba (SP).
Eliandro Figueira/Prefeitura Municipal de Indaiatuba/Divulgação
A Prefeitura de Indaiatuba (SP) sancionou, na tarde desta terça-feira (6), a criação da lei do auxílio municipal de R$130. O projeto, que se chama ‘Renda Mínima Indaiatuba’, tem como objetivo ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia.
Os moradores contemplados receberão três parcelas de R$ 130, mais R$ 20 por filho, limitado a três crianças de até 14 anos.
O projeto de lei tinha sido anunciado pela prefeitura no dia 25 de março. Nesta segunda-feira (5), o projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores.
Ao todo, a cidade irá investir R$ 2,6 milhões e cerca de 20 mil pessoas serão beneficiadas durante os meses de maio, junho e julho, afirmou a prefeitura.
A previsão da administração pública é publicar a lista dos moradores que vão receber a quantia ainda nesta terça. A Secretaria de Assistência Social disponibiliza o telefone (19) 3834-9595 para tirar dúvidas. Outros canais são o telefone 0800 770 7702 e WhatsApp (19) 9 9773 4701.
Pagamento
O pagamento é feito em três parcelas, sendo a primeira paga no início de maio, por meio de crédito em conta poupança social digital, já existente no nome do beneficiário;
No caso das pessoas que não possuem conta, o próprio banco criará a conta, sem a necessidade do beneficiário comparecer à agência bancária;
A movimentação da conta será realizada pelo beneficiário através do aplicativo Caixa Tem.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas