Morre Angelo Perugini, prefeito de Hortolândia, vítima da Covid-19


Chefe do Executivo, de 65 anos, estava internado havia dois meses em São Paulo. Prefeitura informou que ele teve um agravamento do quadro nesta quinta. Perugini comandou o município por quatro vezes. O prefeito eleito de Hortolândia, Angelo Perugini
Reprodução / EPTV
O prefeito de Hortolândia (SP), Angelo Perugini (PSD), morreu na manhã desta quinta-feira (1º), aos 65 anos, vítima de complicações da Covid-19. O chefe do Executivo estava internado há dois meses na UTI de um hospital em São Paulo. O político foi eleito para comandar a cidade do interior de São Paulo por quatro vezes.
Nesta quinta, a Prefeitura de Hortolândia havia informado que ele havia tido um significativo agravamento no quadro clínico e algumas funções cerebrais poderiam ter sido afetadas. Na segunda-feira (29), a assessoria do governo municipal afirmou que o estado de saúde de Perugini era gravíssimo.
Inicialmente, o político recebeu atendimento no Hospital Samaritano, em Campinas (SP). Já no dia 3 de fevereiro, acabou transferido para a capital.
Após seis dias, com o agravamento do caso, foi intubado. Segundo a apuração da Globo São Paulo, Perugini está internado no Hospital 9 de Julho.
No dia 15 de fevereiro, a Câmara dos Vereadores aprovou o afastamento de Perugini e o vice-prefeito, Zezé (PL), assumiu a prefeitura interinamente.
Angelo Perugini, ex-prefeito de Hortolândia
Fabiano Cavalcante
Perfil
Mineiro de Jacutinga, Angelo Augusto Perugini nasceu no dia 6 de abril de 1955, saiu de casa aos 10 anos e decidiu ser padre. Participou de movimentos sociais relacionados à luta por terra e moradia, o que acabou o levando ele para a política.
O chefe do Executivo chegou a Hortolândia em 1981 e foi vereador quando a cidade ainda era um bairro de Sumaré. O político atuou como uma das vozes da emancipação do município. De 1997 a 2000, foi vice-prefeito e atuou na implantação do Hospital Municipal Governador Mário Covas, quando era secretário de saúde.
Perugini foi prefeito de Hortolândia por quatro oportunidades, sendo escolhido para o cargo em 2005, 2008, 2016 e 2020. Além de comandar a cidade, também foi deputado estadual, eleito em 2014.
O político foi filiado ao PT por 36 anos. No dia 1º de março de 2016, ele se desligou do partido e se filiou ao PDT. Já em 2020, para concorrer novamente à prefeitura, se transferiu para o PSD.
Veja, abaixo, entrevistas dele à EPTV, afiliada da TV Globo, e ao G1 quando foi conduzido à prefeitura pela quarta vez, no ano passado.
Angelo Perugini, prefeito reeleito em Hortolândia, destaca prioridades para o 4° mandato
Reeleito, Angelo Perugini explica os projetos para o novo mandato em Hortolândia
Veja mais notícias da região no G1 Campinas