Motorista de aplicativo é preso suspeito de estuprar e roubar passageira em Sumaré


Policiais chegaram ao homem de 22 anos pelos dados de cadastro na empresa. Vítima passou por exame que confirmou o crime. Mulher sofre estupro por motorista de aplicativo em Sumaré
Uma mulher foi estuprada e roubada durante uma viagem pelo serviço de transporte por aplicativo, em Sumaré (SP), na tarde desta quarta-feira (24).
Após o crime, a vítima acionou a Polícia Militar, que entrou em contato com a empresa e obteve os dados do motorista, um homem de 22 anos, que acabou preso na sua residência e levado à delegacia. Ele foi reconhecido pela passageira.
A mulher foi encaminhada para atendimento médico na UPA Macarenko, onde foi constatado o estupro. Ela contou que atém de ter sido atacada, o motorista ainda roubou R$ 20,00.
A Polícia Civil não informou se o motorista permanecerá preso.
Em nota, a 99 disse que lamenta profundamente o caso, repudia o ato de violência e que mobilizou uma equipe para oferecer todo o acolhimento necessário à vítima. O motorista foi banido da plataforma.
Nota na íntegra:
“A 99 lamenta profundamente o caso e repudia o ato de violência contra uma passageira da plataforma.
Neste momento, mobilizamos uma equipe que está em contato com a vítima para oferecer todo o acolhimento necessário, incluindo apoio psicológico e acionamento do seguro para despesas hospitalares. Assim que tomamos conhecimento, banimos o motorista e estamos disponíveis para colaborar com as investigações da polícia.
A empresa dedica seus esforços na prevenção, proteção e acolhimento de todos os usuários da plataforma, principalmente para as mulheres. Esclarece que entre as medidas está a opção de compartilhar a rota para contatos de confiança, gravação de áudio e ligação para a polícia”.
Mulher passou por exames na UPA Macarenko para comprovar o crime
Reprodução/EPTV
VÍDEOS: veja tudo sobre a região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.