Museu universitário da PUC-Campinas abre exposição virtual sobre arte de matriz africana


Acervo reúne 17 peças, entre estatuetas e máscaras. As imagens podem ser conferidas até agosto. Máscaras e estatuetas do acervo de Rogério Cezar Leite estão expostas virtualmente até agosto
Divulgação/Prefeitura de Niterói
O museu universitário da PUC-Campinas abriu a exposição virtual “Ausência/Presença: os sentidos do corpo na arte africana” que reúne o acervo do físico Rogério Cezar Leite. As estatuetas e máscaras podem ser vistas pelo site até agosto.
No total, são 17 peças que propõem reflexões sobre a questão do corpo na arte de matriz africana. A exposição havia sido planejada para ser presencialmente, mas, por conta da pandemia do novo coronavírus, foi preciso torná-la virtual.
O museólogo Rodrigo Luiz dos Santos, responsável pelo museu da PUC, afirmou que esta primeira experiência abrirá portas para uma série de eventos virtuais. A ideia é aproximar a comunidade interna e externa da universidade.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.