Polícia Ambiental autua homem em R$ 144 mil por maus-tratos a animais em Sumaré


Policiais encontraram 44 cães em ambiente insalubre em residência no Matão; proprietário também foi multado por manter em cativeiro três jabutis. Policiais ambientais autuaram morador de Sumaré (SP) por maus-tratos a animais neste domingo (6)
Polícia Militar Ambiental
Um morador de Sumaré (SP) foi atuado em R$ 144 mil por maus-tratos a animais por manter 44 cachorros da raça Chihuahua em ambiente insalubre em residência no bairro Matão. Durante o atendimento da ocorrência neste domingo, a Polícia Militar Ambiental também multou o homem em R$ 1,5 mil por ter em cativeiro animais da fauna silvestre sem autorização – havia três jabutis no local.
De acordo com a corporação, os cachorros aparentavam estar bem alimentados, mas não possuíam local adequado para acomodação. Além disso, o ambiente em meio a muitas fezes e objetos perigosos aos animais, como plástico, ferros pontiagudos e produtos químicos motivaram a autuação.
Segundo a Polícia Ambiental, filhos estavam em dois cômodos da residência e os cães adultos no quintal. “O proprietário foi questionado sobre a documentação referente aos animais e autorização para criação e comércio. Ele respondeu possuir, porém, não apresentou”, informou, em nota.
No imóvel os policiais ainda encontraram uma calopsita. A ocorrência foi apresentada na delegacia de Sumaré. Ainda de acordo com informações da Polícia Ambiental, o homem, orientado pelo advogado, não assinou o auto de infração ambiental. O G1 não conseguiu contato com o suspeito.
Os animais foram deixados com o morador até que seja encontrado um local adequado para eles.
Polícia Militar Ambiental classificou o local como insalubre para os animais
Polícia Militar Ambiental
Homem também acabou multado por manter animais silvestre sem autorização
Polícia Militar Ambiental
VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas