Prefeitos da região de Campinas decidem implantar barreiras sanitárias para evitar circulação no feriado de Corpus Christ

Medida foi definida durante reunião da Agemcamp nesta terça-feira e visa diminuir os impactos da Covid-19 por conta do aumento de casos, óbitos e internações. Ação já havia sido tomada em março. As 20 cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) decidiram, na manhã desta terça-feira (1º), implantar barreiras sanitárias para tentar evitar a circulação de pessoas durante o feriado de Corpus Christ.
A medida foi tomada durante uma reunião virtual com a presença dos prefeitos, e visa diminuir os impactos do agravamento da pandemia, após o aumento de casos, óbitos e internações nos municípios.
Durante o encontro, ficou definido que, de quinta-feira (3) até domingo (6), serão implantados pontos de bloqueio com a presença da Polícia Militar e da Guarda Municipal para evitar a entrada de turistas nos municípios. A mesma medida já havia sido tomada em março.
Segundo a Agência da Região Metropolitana de Campinas (Agemcamp), haverá uma nova reunião nesta quarta-feira (2) com os secretários de Segurança Pública das cidades, além da Polícia Militar, para definir os detalhes da implantação da barreira sanitária. Além disso, também será discutido um reforço na fiscalização de festas clandestinas.
As cidades que compõem a RMC são: Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.
VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas