Região de Campinas tem 741 presos inscritos na Olimpíada Brasileira de Matemática


Avaliações ocorrem de 30 de junho a 3 de agosto, em salas montadas dentro das unidades prisionais. Presa cursa faculdade dentro da Penitenciária Feminina de Campinas
Fernando Evans/G1
Unidades prisionais da região de Campinas (SP) somam 741 presos inscritos na 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). As avaliações poderão ocorrer de 30 de junho a 3 de agosto e serão aplicadas em salas de aulas instaladas nos presídios.
Os exames são divididos por grau de escolaridade: Nível 1 (6º e 7º anos do Ensino Fundamental), Nível 2 (8º e 9º anos) e Nível 3 (Ensino Médio). A primeira fase é composta por uma prova de múltipla-escolha de 20 questões.
De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), a organização da OBMEP divulgará, no dia 9 de setembro, os classificados para a segunda fase, prevista para ocorrer em 6 de novembro, cuja avaliação será discursiva, com seis questões.
Ainda segundo a SAP, a realização da olimpíada nas unidades respeitam todos os protocolos de prevenção do novo coronavírus. O Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Campinas é o que reúne o maior número de inscritos: 240.
Presos inscritos por unidade prisional
C.R. Masculino de Sumaré: 74
CPP de Hortolândia: 161
CPP de Campinas: 240
Penitenciária II de Hortolândia: 94
Penitenciária III de Hortolândia: 127
Penitenciária Feminina de Campinas: 25
CDP Americana: 20
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas