Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 9 de junho de 2021


Veja a atualização em cada município da área de cobertura do G1. Confira as últimas notícias sobre o coronavírus na região
Hellen Souza/Arte-G1
oo C asos e mortes
A farmacêutica americana Pfizer entrega ao Brasil, nesta quarta-feira (9), o 10º lote da vacina contra Covid-19. A remessa de 936 mil doses está prevista para chegar ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), às 19h. Na terça (8), o terminal recebeu a primeira entrega da semana, com 526,5 mil imunizantes.
A farmacêutica ainda prevê uma terceira remessa nesta quinta-feira (10), também com 936 mil doses, totalizando 2,4 milhões nesta semana.
Até o momento a empresa entregou 6,4 milhões das 200 milhões de doses da vacina Pfizer/Biontech contratadas pelo governo federal. A empresa diz que vai cumprir o cronograma de entrega total até o final de 2021.
Vacinas da Pfizer contra Covid-19 chegam ao Brasil
Divulgação/Camilo Santana
Casos e mortes
Desde o início da pandemia, já foram contabilizados 291.456 registros confirmados da doença e 8.706 vidas perdidas nos 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas.
MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil
Coronavírus: veja perguntas e resposta
Vacinômetro
Total de pessoas que receberam ao menos 1 dose: 898.461 (25,87% da população)
Total de pessoas que receberam 2 doses: 430.132 (12,39% da população)
Total de doses aplicadas: 1.328.593
Fila por leitos em Indaiatuba
Com 100% de ocupação nos leitos de UTI e enfermaria exclusivos para tratamento da Covid-19, Indaiatuba (SP) está com uma fila de espera de pelo menos 45 pacientes com a doença na manhã desta quarta-feira (9). É a primeira vez que o município enfrenta a situação de espera por vagas desde o início da pandemia.
A prefeitura afirmou que tenta a liberação de vagas através da Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (Cross), mas a pressão em todo o sistema público da região impossibilita as transferências. Do total de pacientes que estão na espera, 16 são para UTI e 29 para enfermaria.
Doação urgente de sangue
O Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemocentro) da Unicamp está com estoque de sangue em 40%, embora a campanha “Junho Vermelho” tenha entrado na segunda semana para alertar sobre a necessidade de doações nas regiões de Campinas e Piracicaba (SP) – veja como ajudar. O analista executivo da instituição, José Eduardo Baungartner, destaca que o nível é crítico.
“Todas as tipagens sanguíneas estão com necessidade urgente de doadores de sangue”, explica.
Diariamente, o Hemocentro auxilia hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) com fornecimento de 210 bolsas de sangue. As unidades são referências para 6 milhões de habitantes nas duas regiões.
O número de doações recebidas pelo Hemocentro da Unicamp diminuiu 60%, quando comparado aos dados do período anterior à pandemia da Covid-19.
Começa 3ª etapa da vacinação da gripe
Campinas libera a partir desta quarta-feira (9) a vacina da gripe para mais dez grupos prioritários definidos na campanha nacional. A Secretaria de Saúde do município estima um público-alvo de 88,5 mil pessoas, incluindo pessoas com comorbidades, motoristas, forças de segurança e militares, por exemplo.
A campanha começou em 12 de abril e, desde então, os grupos incluídos foram crianças de 6 meses a menores de 6 anos, profissionais de saúde, gestantes, mulheres que tiveram bebês em até 45 dias (puérperas), idosos e professores. Ao todo,139.650 moradores se imunizaram, segundo a prefeitura informou nesta terça (8). Quem não tomou a dose ainda, deve procurar os centros de saúde até 9 de julho.
A vacina é de dose única e protege contra Influenza A-H1N1, Influenza A-H3N2 e Influenza B. A imunização colabora para o diagnóstico da Covid-19, uma vez que os sintomas são parecidos com os de gripe, e também evita internações hospitalares e morte pro complicações da Influenza.
“A Secretaria de Saúde alerta que as pessoas devem priorizar a imunização contra a Covid-19, aguardar 14 dias, para só depois se vacinar contra a gripe”, reforçou a prefeitura.
Veja os novos grupos da 3ª etapa
Pessoas com comorbidades (doenças crônicas)
Pessoas com deficiência permanente
Caminhoneiros
Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso
Trabalhadores portuários
Forças de segurança e salvamento
Forças Armadas
Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade
População privada de liberdade
Adolescentes e jovens em medidas socioeducativas
Profissional da saúde segura seringa e dose de vacina contra gripe
Maurício Vieira/Secom/Divulgação
VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas
Initial plugin text
Busque pelo título do caso
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.