Veja quem são os jurados do concurso Tá Combinado


Três profissionais terão a missão de avaliar os pratos preparados pelas finalistas e escolher a melhor combinação de purê com um prato principal. Os três jurados terão a missão de provar e dar analisar os pratos apresentados pelas cinco finalistas, considerando os critérios de avaliação do concurso da EPTV em parceria com o Savegnago e realização da OA Eventos.
Crédito: iSotck
A grande final do concurso Tá Combinado acontece no sábado, 29 de maio, na Universidade São Francisco (USF), em Campinas. As cinco finalistas terão a missão de apresentar um purê preparado com qualquer raiz e um prato que combine com ele.
Os três jurados ficam com a tarefa de provar, avaliar e dar uma nota para os pratos apresentados pelas competidoras, levando em consideração critérios como harmonização, sabor, apresentação, originalidade dos ingredientes e cumprimento do tempo de prova. A divulgação da grande campeã, que ganhará o prêmio de R$ 12 mil em compras no Savegnago, ocorrerá ao vivo dentro da programação do Mais Caminhos.
Conheça os responsáveis pela escolha da melhor combinação de pratos do Tá Combinado, concurso que em sua primeira edição teve mais de mil receitas inscritas e 1,3 milhão de votos recebidos:

Daniel Mialchi
O chef de cozinha, de Paulínia, foi o consultor do projeto Tá Combinado e atuou na preparação dos pratos principais de cada uma das cinco rodadas. Formado pelo Senac Água de São Pedro e também em Administração de Empresas, ele gosta muito de estudar sobre os alimentos. Desde 2009, trabalha na área da Alimentos e Bebidas, tendo passado por áreas como logística e tendo vivências como barman. Tudo isso para ter bagagem para abrir o próprio restaurante, um sonho que aguarda o fim da pandemia. Atualmente ele trabalha com consultoria na área. A agricultura familiar e os produtos orgânicos são algo que o encantam e por isso o trabalho do chef Alex Atala é considerado inspirador, assim como a versatilidade e a criatividade do chef italiano Massimo Bottura. Para conquistar o estômago de alguém pela comida, sua dica é colocar amor no preparo.
“Só quando você cozinha com amor, você consegue agradar o outro”, diz.

Edilaine Garcia
A jornalista que trabalha há 26 anos na EPTV, sendo 19 anos no jornalismo e há quase sete anos no programa Mais Caminhos, é apaixonada por gastronomia. Ela já foi jurada do festival Comida di Buteco, de Campinas, e gosta de colocar a mão na massa. Adepta da alimentação saudável, ela confessa que com a pandemia passou a cozinhar mais. É fã das receitas de Rita Lobo e gosta de soltar a criatividade ao preparar o café da manhã, lanches rápidos e saladas. A jornalista acha fundamental a harmonia dos ingredientes, que vai além da técnica, e gosta especialmente quando o prato a remete a algo da infância.
“Para mim, comida tem uma relação estreita com a memória afetiva”, diz. A culinária indiana, por sua riqueza de sabores é uma de suas preferências.

Gabriela Rossi
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e também chef de cozinha internacional pelo Instituto Gastronômico das Américas (IGA), Gabriela traz da infância a paixão pela cozinha. Os ensinamentos da avó materna, da mãe e das tias de descendência libanesa ajudaram a formar sua base de conhecimentos culinários. Gabi, que já trabalhou na EPTV Campinas, mantém desde 2014 o canal no Youtube e o site Cozinha do Bom Gosto, onde publica receitas práticas e criativas que inspiram a descobrir novos sabores. Só no canal são quase 1,2 milhão de inscritos e nas redes sociais 2 milhões de seguidores. Ela considera que comida boa é aquela que nos faz feliz.
“Muito além de acertar na técnica, nos temperos, texturas e harmonização, é importante contar a história daquele prato”, ressalta.
Agora é só ficar na torcida e acompanhar a etapa final no próximo sábado. Veja também todas as novidades no site do Tá Combinado.