Festival prevê movimentar R$ 4 MI na economia de Indaiatuba neste mês de julho

catarine

A cidade de Indaiatuba (SP) se torna, a partir desta sexta-feira, 7 de julho, a capital internacional da Dança, com a realização da 30ª edição do Passo de Arte Grand Prix e a expectativa é que os 10 dias de evento gerem cerca de R$4 milhões para o município. O Festival, que chega a sua 30ª edição, sendo a 17ª no município, que integra a Região Metropolitana de Campinas (RMC), reúne pessoas de diversas regiões do Brasil e América Latina, bem como professores, equipe técnica e organização.

Ao sediar o evento, a cidade recebe um aumento significativo de turistas e visitantes pontuais que impulsionam o comércio local, uma vez que demandam grandes estruturas de hospedagem, mão de obra, alimentação e transporte. “Em 2022, a produção do Passo de Arte envolveu mais de 50 pessoas trabalhando diretamente, três mil bailarinos e seus acompanhantes. Em termos de gastos com refeições e hospedagens, calculamos uma arrecadação média de R$900 mil para o setor. Fora isso, ainda se soma as compras diversas e transportes dentro da cidade. Avaliamos que, no ano passado, Indaiatuba faturou quase R$3 milhões com o Festival”, contabiliza o diretor de Produção, William Romão Costa.

Além disso, há repercussão econômica de forma indireta, oriunda do turismo e da contratação de serviços por participantes e organizadores. Por isso, um evento desse porte impulsiona diversos nichos, contribuindo para um aumento significativo nas vendas e na visibilidade das empresas. “Em 2023, Indaiatuba será a casa de bailarinos vindos de 15 estados brasileiros, do Paraguai, Argentina e República Dominicana. Esses grupos utilizarão hotéis e pousadas, meios de transporte, farão compras e se alimentarão na cidade, gerando em 10 dias aproximadamente R$4 milhões”, explica o diretor.

Entretanto, a importância deste evento vai além da repercussão econômica que promove. “Há uma cadeia produtiva nas escolas que trabalham com costureiras, coreógrafos e professores, que se preparam o ano todo para as apresentações. Concomitantemente, acontece a bateria de cursos que fomentam o conhecimento e profissionalização para jovens estudantes”, elenca.

Há 17 anos, Indaiatuba foi escolhida como sede do Festival, segundo o diretor, por sua localização estratégica, na região metropolitana de Campinas e por estar próxima ao aeroporto de Viracopos. A mostra competitiva acontece na sala Acrísio de Camargo – que fica no Ciaei (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba), além dela o Festival ainda reúne workshops, cursos e uma feira voltada para o segmento.

Comemorando três décadas, evento reúne mais de 3 mil bailarinos em 10 dias de realização

Situada na Região Metropolitana de Campinas (RMC), Indaiatuba (SP) receberá – pelo 17º ano consecutivo – o Festival de Dança Passo de Arte Grand Prix, evento que celebra três décadas de fomento à dança, reunindo mais de três mil estudantes em nove diferentes gêneros: do balé clássico às danças urbanas, e que concorrerão a prêmios em dinheiro que somam R$ 30 mil, troféus e medalhas.

A Competição acontece ao longo de 10 dias, distribuída em oito gêneros, subdivididos em subgêneros e categorias, com a realização de duas Galas das Estrelas (momento em que se apresentam os primeiros lugares): uma da fase A, e outra da fase B, e premiação de sete Grand Prix, em cada uma delas. A mostra competitiva acontece na sala Acrísio de Camargo – que fica no Ciaei (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba), além dela o Festival ainda reúne workshops, cursos e uma feira voltada para o segmento.

COMPETIÇÃO Participam desta edição do Grand Prix bailarinos vindos de 135 escolas, representando 15 estados brasileiros, além de Paraguai, Argentina e República Dominicana. Entre os dias 7 e 12 de julho, acontece a Fase A com performances de sapateado, danças urbanas, jazz, estilo livre e dança contemporânea. Ainda no dia 12, a partir das 19h, será realizada a Gala das Estrelas com os primeiros lugares desta fase. Na ocasião, a abertura terá o espetáculo Além Daqui, da Cia de Dança de Cubatão, coreografada por Zeca Rodrigues e com direção de Vanessa Toledo.

Em seguida, no dia 13, começa a Fase B da competição, com apresentações de danças populares, ballet clássico e de repertório. A Gala das Estrelas desta fase acontece no dia 16, a partir das 19h, com o ballet Cisne Negro, com os solistas Bianca Teixeira (Bayerisches Staats ballet de Munique – Alemanha) e Lucas Erni (San Fransciso Ballet – EUA). Vale lembrar que todos os competidores foram selecionados em Fases Regionais, e, também, por vídeo.

PREMIAÇÃO Em cada uma das Galas também serão escolhidos sete trabalhos, que receberão o título de Grand Prix e serão contemplados com premiações em dinheiro, totalizando R$30 mil, distribuídos entre as categorias Melhor Bailarino e Bailarina, Melhor Coreógrafo, Prêmio revelação, Melhor grupo Pré e Juvenil, Melhor grupo Adulto e Avançado, além da nova categoria, Escola Destaque. Os quatro escolhidos como Melhor Bailarino ou Melhor Bailarina também ganharão o Prêmio Toshie Kobayashi/Só Dança.

Além disso, os 10 primeiros colocados nas variações de repertório ganharão bolsas de estudos para o Passo de Arte MOVE – International Summer Course, que acontece em janeiro, em Indaiatuba (SP), sendo bolsas integrais para o Top 5 e bolsas de 50% de desconto do 6º ao 10º. Professores das escolas dos alunos classificados no Top 10 das variações de repertório ganharão bolsas de 50% para o Passo de Arte MOVE – International Summer Course. Haverá ainda indicações para bolsas internacionais em escolas na Europa e Estados Unidos.

Professores reconhecidos mundialmente integram programação de aulas

Além da competição, o evento trará workshops, cursos e masterclasses com professores e coreógrafos renomados, como o italiano Luca Masala, professor do estilo clássico, que é diretor artístico da Princess Grace Academy of Classical Dance, localizada em Mônaco e que ministrará a masterclass dia 14 de julho, em dois horários: das 9h às 1h30 e das 10h45 às 12h15. O investimento nessa aula é de R$230.

Também estão programados cursos de Jazz Lyrical Intermediário, com a bailarina, professora e coreógrafa Erika Novachi, que também é uma das organizadoras do Congresso Internacional de Jazz Dance no Brasil, Jazz Lyrical intermediário e avançado, com o professor e coreógrafo de jazz, Edson Santos, que também é responsável pela direção artística e coreografias da Pariz Cia de Dança e Cia Independente de Dança de SP, entre outros. O investimento para cada curso varia entre R$70 e R$230. A relação completa com nomes, conteúdo das aulas, horários e ficha de inscrição está disponível aqui. Todos os cursos e masterclasses acontecem na sede da STAGE Estúdio de Dança, localizada no Parque Mall – Rua das Primaveras, 1050 – Jardim Pompeia, Indaiatuba (SP)

FEIRA Em paralelo com a mostra competitiva e os cursos, também haverá uma feira de produtos de dança a preços de fábrica, com exposição das melhores marcas do mercado, aberta todos os dias do evento, das 9h às 21h.

INGRESSOS Os ingressos para o Passo de Arte Grand Prix 2023 podem ser adquiridos a partir das 12h do dia 7 de julho, exclusivamente na bilheteria do Ciaei por R$60 inteira e R$30 meia entrada para estudantes com carteirinha entre 6 e 11 anos, pessoas a partir de 60 anos de idade e PcD. Vale lembrar que, crianças até 5 anos de idade não pagam ingressos.

Sobre o Instituto Passo de Arte Fundado em 1985 pelos publicitários William Romão Costa e Juliano Rubens de Carvalho como Star’s Dance, empresa pioneira no Estado de São Paulo a atuar na área de produção e fomento da dança, tornou-se uma das maiores incentivadoras de festivais e veículos de informações do setor. O know-how adquirido ao longo das últimas décadas, aliado a mudança da direção, que passou a contar com a experiência da ex-bailarina Marisa Pivetta, resultou em, entre outras iniciativas, no projeto Passo de Arte, que produz competições de dança pelo Brasil, como representante oficial do concurso Tanzolymp, em Berlim, na Alemanha, garantindo oportunidades para bailarinos brasileiros, que atuam em quase todas as companhias de dança do mundo, sendo que muitos deles ocupam cargo de primeiro bailarino e primeiro solista.


Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/noticiasindaiatu/public_html/wp-includes/functions.php on line 5373