Investimento de 2,5 bilhões no Covax Facility está mira da Câmara

Os detalhes sobre a participação do Brasil no Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid-19, consórcio da OMS conhecido como Covax Facility, estão na mira da Comissão Externa de Enfrentamento da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira.

Os deputados querem saber, por exemplo, os termos da adesão, quantas doses serão garantidas e qual será o valor de cada dose. Pelo consórcio, os países participantes podem ter acesso a uma das nove vacinas em desenvolvimento que tiverem eficácia comprovada.

A ideia da comissão também é esclarecer como será aplicado o investimento de 2,5 bilhões anunciado pelo governo federal por meio de Medida Provisória — que precisa ser aprovada pelos parlamentares. 

Pelo Ministério da Saúde, foram convidados o secretário Executivo, Élcio Franco, Flávio Werneck, assessor internacional da pasta, e Hélio Angotti, secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos. 

Continua após a publicidade