Saúde‘O procedimento está previsto’, diz Anvisa sobre pausa no teste...

‘O procedimento está previsto’, diz Anvisa sobre pausa no teste de Oxford

-

A notícia de que os estudos com a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Universidade Oxford em parceria com a AstraZeneca foram interrompidos surpreendeu o mundo na terça-feira, 8. A vacina é uma das mais adiantadas na fase de testes clínicos e considerada uma das mais promissoras na prevenção da doença, embora ainda não existam dados de eficácia. A decisão foi tomada de forma voluntária pela farmacêutica britânica, que coordena os testes clínicos do produto no mundo todo, para avaliar a segurança do produto após um voluntário apresentar um evento adverso grave.

Na edição da semana: a importância das reformas para a saúde da economia. E mais: os segredos da advogada que conviveu com QueirozVEJA/VEJA

Embora o anúncio tenha chocado e preocupado o mundo, especialistas e agências regulatórias garantem que o procedimento é completamente normal. Em comunicado publicado nesta quarta-feira, 9, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que “este tipo de procedimento está previsto no desenvolvimento de vacinas, uma vez que esses estudos têm justamente o objetivo de confirmar a segurança e a eficácia das vacinas”.

A AstraZeneca decidiu suspender temporariamente o estudo para que um comitê de independente possa avaliar se um “evento adverso grave observado num voluntário no Reino Unido” está associado à vacina.

No Brasil, a Unifesp, que está à frente dos testes realizados em São Paulo com 2.000 voluntários, disse na terça-feira que “o estudo avança como o esperado” no país e muitos dos voluntários já receberam a segunda dose. “Até o momento não houve registro de intercorrências graves de saúde”, disse a universidade. A constatação foi confirmada pela Anvisa. A agência reiterou nesta quarta-feira, 9, que “no Brasil, não há relato de eventos adversos graves em voluntários”.

A pausa significa que temporariamente estão suspensas novas aplicações de vacina, de acordo com informações da Unifesp. Mas “o acompanhamento dos voluntários segue permanentemente”. A previsão é que os estudos sejam retomados na próxima semana.

Continua após a publicidade

Noticias Recentes

Preparo versátil e simples, o tofu empanado frito é o prato ideal para você

Dentre os pratos especiais para certas ocasiões, as porções tendem a ser as favoritas de muitos, não é mesmo?...

Receitas veganas fáceis almoço: Flavio Giusti apresenta as melhores e mais saborosas opções

Você sabia que ser vegano não é uma tarefa tão difícil como afirmam por aí? Pois é, e nós...

Fios de sustentação: tecnologia famosa de harmonização facial capaz de rejuvenescer sua pele

Para o Dr. Daniel Dias Machado — biomédico esteta como especialização e graduado na tríade da saúde: psicologia, enfermagem...

Como a assertividade no ambiente de trabalho pode ser útil ao profissional?

Você já sentiu dificuldade em expressar sua opinião ou dizer não no ambiente de trabalho? Na percepção de Mailon...

Incerteza da economia brasileira aumenta em maio, aponta FGV/Ibre

O Indicador de Incerteza da Economia (IIE), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre),...

Fiocruz: Covid-19 representa 59,6% dos casos de síndrome respiratória grave no país

A nova edição do Boletim InfoGripe, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nesta quarta-feira (1º), aponta para o crescimento...

Leitura obrigatória

Estudo brasileiro aponta que Covid-19 pode causar danos cerebrais

Um estudo conduzido por um grupo de 17 cientistas...

Lugares para se morar no Rio de Janeiro

Escolher um lugar para morar é algo muito difícil,...

você também pode gostar Relacionados
Recomendado para você